segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Mais um ano de crescimento para a Schindler

A Schindler voltou a crescer em 2019, apesar das incertezas políticas e económicas verificadas a nível global. Os mercados enfrentaram o protecionismo, a volatilidade da moeda e uma subida dos custos laborais. Apesar do contexto, a Schindler conseguiu aumentar a sua carteira de encomendas em 3,9%, alcançando 12.123 milhões de francos suíços e a receita aumentou 3,6%, alcançando os 11.271 milhões de francos suíços. Os lucros operativos alcançaram, por seu lado, os 1.258 milhões de francos suíços, que correspondem a uma margem EBIT de 11,2%. O lucro líquido foi de 929 milhões de francos suíços e o cash flow operativo situou-se nos 1.185 milhões de francos suíços.

A Schindler volta a registar valores anuais positivos, uma conquista que, analisada no contexto do setor do transporte vertical a nível internacional, foi favorecida pelo aumento da procura geral no mercado das novas instalações. Tal foi impulsionado, principalmente, pela região da Ásia-Pacifico, sobretudo China e América do Norte.

No caso concreto da Schindler, os bons resultados têm também na sua base uma aposta na inovação e na tecnologia, considerando que a empresa adotou uma postura clara, direcionada para a transformação digital do negócio. Desta forma, a solução ‘Schindler Ahead’ aumentou significativamente o número de unidades conectadas, abrindo caminho para a transição da conectividade e funcionalidade na cloud.

Esta realidade digital não interfere, no entanto, com as atividades mais tradicionais do Grupo ao nível de negócios. A instalação de equipamentos de transporte vertical e a reabilitação continuam a ser as suas principais fontes de rendimento. Todas estas atividades seguem as premissas claras que identificam a marca, como a garantia de segurança e a excelente qualidade das suas equipas e colaboradores.
A conjugação de tradição e futuro posiciona a Schindler como um dos maiores líderes mundiais do setor, uma liderança que é, há vários anos, acompanhada por um crescimento sustentável.
No geral, na Schindler, todas as linhas de produtos geraram crescimento em comparação com o ano anterior. A Ásia-Pacífico foi a região que mais cresceu, seguindo-se a América e EMEA (Europa, Médio Oriente e África).

Ler o resto do artigo >>

Cortiça portuguesa em destaque numa das principais montras do design mundial

A parceria realizada entre a Corticeira Amorim e o Vitra Design Museum (VDM), um dos mais importantes museus de design do mundo, levou até Weil am Rhein, na Alemanha, mais de 3200 blocos de aglomerado de cortiça produzidos nas instalações da empresa portuguesa. Utilizados na exposição Home Stories: 100 Years, 20 Visionary Interiors, os milhares de blocos permitiram criar estruturas artísticas que envolvem cerca de 1/3 de toda a mostra. Tais suportes, projetados pelo gabinete italiano de design, arquitetura e investigação Space Caviar, acomodam artigos de design, produtos de decoração e peças de mobiliário.

A exposição Home Stories: 100 Years, 20 Visionary Interiors, que abriu portas no passado fim-de-semana, explora os temas dominantes do design de interiores, revisitando os espaços pioneiros. Uma viagem no tempo que destaca mudanças sociais, políticas, culturais, urbanas e técnicas que moldaram o design ocidental de interiores nos últimos 100 anos. Uma realidade da qual a cortiça é parte integrante.

A colaboração entre a Corticeira Amorim e o VDM encontra respaldo na missão assumida pelo grupo nacional em acrescentar valor à cortiça de forma diferenciadora, qualitativa e inovadora, nomeadamente, através do apoio a inúmeros projetos artísticos, educativos e científicos. Iniciativas, essas, que difundem a versatilidade, multidisciplinariedade e potencial de inovação desta matéria prima única. Um material tipicamente português, 100% natural, ecológico, renovável, reciclável e reutilizável.

Os blocos de aglomerado utilizados na Home Stories: 100 Years, 20 Visionary Interiors foram produzidos na Amorim Cork Composites (ACC), reconhecida como uma das mais tecnológicas unidades industriais do universo da Corticeira Amorim. A cortiça não utilizada na industria das rolhas é a matéria prima da ACC, desperdícios que permitem desenvolver um conjunto único de materiais de alta performance destinados a indústrias como a aeroespacial, automóvel, energia, construção e desporto, entre muitas outras.
A exposição Home Stories: 100 Years, 20 Visionary Interiors poderá visitar-se até 23 de agosto, data em que partirá para uma viagem de 5 anos por diversos museus do mundo. Recorde-se que este projeto acontece no ano em que o grupo Amorim celebra os seus 150 anos. Data marcada, entretanto, pela apresentação de um novo logótipo e respetiva identidade gráfica.

Ler o resto do artigo >>

Foi assim que a China construiu um hospital em 10 dias

A China construiu mesmo um hospital em 10 dias com 1000 camas destinado ao combate do coronavírus. Recorrendo na maioria à montagem de elementos pré-fabricados, o feito é impressionante e representa uma demonstração de capacidade que provavelmente mais nenhum país teria. Situado a cerca de 25 quilómetros da zona metropolitana, o Hospital Wuhan Volcan foi construído seguindo o modelo do Hospital de Xiaotangshan, erguido em Pequim em apenas sete dias durante a epidemia de SARS, em 2003, e que foi fundamental no controlo e tratamento do surto.

Veja de seguida imagens da construção do Hospital Wuhan Volcan.

 Para finalizar deixamos um vídeo com o "time lapse" de toda a construção do Hospital Wuhan Volcan.

Ler o resto do artigo >>

domingo, 9 de fevereiro de 2020

Tektónica 2020 – Feira Internacional de Construção e Obras Públicas

A Tektónica, a maior feira do sector de construção e obras públicas do país e tal como já comunicado, decorre de 6 a 9 de Maio, na FIL. Este evento, que conta com a participação das principais empresas líderes de mercado e marcas, tem um papel determinante no apoio às empresas do sector, proporcionando o networking e o B2B com outros players do mercado nacional e internacional, permitindo que as mesmas explorem novas oportunidades de negócio.

Dividida em grandes áreas sectoriais, na Tektónica podemos encontrar: SK – Pavimentos e Revestimentos Cerâmicos, Banho e Cozinha; Siror – Pedras Naturais; Simac – Materiais e Equipamentos para a Construção; Tekgreen – Eficiência Energética, Energias Renováveis, Construção Sustentável e Responsabilidade Social na construção; Tekwood – Indústria da Madeira e Cortiça para a Construção, Produtos, Máquinas e Serviços; e ainda Tekmáquinas – Máquinas e Equipamentos para a Construção e Obras Públicas.

A Tektónica tem também constituído, ao longo dos anos, um palco para a inovação e uma mostra do trabalho das empresas portuguesas para o exterior, servindo também de evento por excelência para os lançamentos e divulgação de novos produtos e serviços.

Os grandes destaques para esta edição de 2020 passam pela organização de um evento na área da Arquitectura, com a presença de oradores internacionais de renome; o Espaço Inovação, um concurso e exposição dos produtos inovadores com menos de um ano em Portugal; e o Espaço I&D, a exposição de novos materiais em desenvolvimento com um grande contributo de valor acrescentado para os novos projectos de construção, onde a inovação, a sustentabilidade, a eficiência energética e competitividade são características prioritárias e mais valorizadas pelo sector.
Também os Prémios Tektónica se mantém em 2020, uma cerimónia que pretende premiar o que de melhor se faz no país a nível de projectos e soluções no âmbito da Arquitectura, Engenharia, Inovação e Formação Profissional.

Ler o resto do artigo >>

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

dstelecom quer criar mais de 100 postos de trabalho em 2020

Em 2020, a dstelecom quer criar mais de 100 postos de trabalho diretos e indiretos, para fazer face à estratégia de expansão e consolidação da rede de fibra ótica, de Norte a Sul do País. Recorde-se que a dstelecom foi distinguida como o operador europeu que melhor contribuiu para reforço da fibra ótica.

A empresa, que fechou o ano de 2019 com 480 mil quilómetros de fibra instalados numa centena de municípios localizados em zonas com menor densidade populacional, tem já posições em aberto para a contratação de técnicos instaladores de fibra ótica para a rede cliente, com funções de assistente e chefe de equipa, para os distritos de Beja, Braga, Bragança, Évora, Faro, Viana do Castelo, Portalegre e Santarém.

O recrutamento destina-se a candidatos com escolaridade mínima obrigatória, com ou sem experiência, já que a dstelecom proporciona formação inicial e contínua para todos os contratados. O pacote salarial inclui vencimento até 14.500 euros por ano, viatura de serviço e regalias sociais em vigor no dstgroup, para além de boas perspetivas de carreira e desenvolvimento pessoal. Os candidatos selecionados poderão ainda trabalhar na sua área geográfica de residência.

Os trabalhadores serão responsáveis pela execução da ligação à rede no consumidor final, um serviço que é disponibilizado pela dstelecom aos operadores de telecomunicações em Portugal.

Paralelamente à captação direta de recursos humanos, a dstelecom procura ainda empresas e empreiteiros especializados na instalação de fibra ótica, no sentido de estabelecer parcerias de negócio, com vista a reforçar a sua capacidade de resposta nas regiões do interior. Para além de garantir um fluxo regular de trabalho a estas empresas, a dstelecom assegura uma maior proximidade junto das populações residentes naqueles territórios.
De acordo com a dstelecom, esta expansão, alinhada com o propósito de levar fibra ótica às localidades com menor densidade populacional, contribui, não só para a fixação da população, como também para a criação de novas oportunidades para a região, tornando-se motivo de atração e aumentando, assim, os benefícios económicos e sociais.

Ler o resto do artigo >>

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

Oli adota alfabeto universal de cores

A portuguesa Oli é a primeira empresa de sistemas sanitários do mundo a adotar o Color ADD, um código único, universal e transversal, que permite às pessoas daltónicas identificarem corretamente as cores.

Sendo a cor um fator determinante de escolha de uma solução de banho, a partir deste ano, a Oli possibilita aos daltónicos a informação correta da cor de determinado produto, reforçando assim o seu compromisso de tornar o espaço de banho num lugar inclusivo e igualitário, de todos e para todos.

O Daltonismo é um distúrbio visual, de transmissão hereditária, que se caracteriza pela incapacidade de distinção das cores. Em todo o mundo existem cerca de 350 milhões de pessoas daltónicas e estima-se que em Portugal existam 500 mil.
O ColorADD é um código universal de cores, da autoria do designer português Miguel Neiva, que se apoia nas cores primárias (ciano, magenta e amarelo), às quais foram acrescentados o preto e o branco para criar uma forma geométrica básica. A conjugação dos símbolos permite representar todas as cores existentes.

Ler o resto do artigo >>

terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Indicadores antecipam inflexão imobiliária para 2020

O mercado imobiliário em Portugal vai infletir em 2020 devido a múltiplos indicadores, alerta a consultora imobiliária iMovendo, consultora que atua no ramos imobiliária e na siua mediação e que tem como principal objetivo utilizar o mundo digital, e todas as ferramentas tecnológicas que hoje já existem, na sua análise mensal de janeiro que, desta feita, faz uma análise ao ano de 2019 e antecipa 2020.

A análise mensal de janeiro da iMovendo destaca o seguinte:

• 2019 registou a pior sequência de sempre em termos de perda de empresas de mediação imobiliária, uma vez que em apenas dois meses (Novembro e Dezembro), 667 empresas cancelaram a sua licença de actividade no sector, o que corresponde a uma contração de 10%;

• O mercado de novos registos de Alojamento Local não dá sinais de recuperação, estando em queda há já vários meses;

• Os preços de venda (asking prices) atingiram fase de estagnação sendo igualmente visível em muitas zonas metropolitanas o registo de movimento de ajustamento em baixa;

• A euforia do mercado imobiliário não foi acompanhada pelos ‘Vistos Gold’, que se mantiveram tendencialmente estagnados, mesmo com incertezas crescentes em países investidores como o Brasil, Angola ou Turquia.

A consultora adianta que, com base nos dados já disponíveis de 2019, é igualmente possível antecipar mudanças no mercado ao lono dos próximos 12 a 24 meses, a saber:

• O crédito hipotecário vai manter-se em níveis de pré-crise;

• A venda de casas sem recurso à Mediação Imobiliária tradicional continuará a crescer, não só graças ao surgimento de novas soluções para a divulgação dos imóveis, como pelo aparecimento de novas abordagens no sector muito mais orientadas ao proprietário e à concretização dos negócios;

• As áreas metropolitanas de Lisboa e Porto manter-se-ão como principal força motriz do imobiliário nacional.

A iMovendo adianta que, com base nos dados já disponíveis de 2019, é igualmente possível antecipar mudanças no mercado, a saber:

• Crédito hipotecário vai manter-se em níveis de pré-crise;

• Venda de casas continuará a crescer sem recurso à mediação imobiliária graças a novas soluções de promoção dos imóveis;

• Áreas metropolitanas de Lisboa e Porto manter-se-ão como principal força motriz do imobiliário nacional.

Ler o resto do artigo >>

domingo, 26 de janeiro de 2020

China constrói hospital em 10 dias para combater coronavírus

A China vai construir um hospital em apenas 10 dias para tratar pacientes infetados com o coronavírus. A obra que arrancou a 24 de janeiro em Wuhan e vai ser inaugurada a 3 de fevereiro, será construída numa área de 25 mil metros quadrados, terá mil camas e médicos especializados no vírus. São centenas de máquinas e camiões que começaram a fazer as terraplanagens para a construção de um novo hospital em Wuhan, o centro de propagação do coronavírus na China, para tratar o surto que se pode tornar uma nova epidemia.

O hospital vai ter mil camas e médicos especializados em tratar o 2019-nCoV, esta nova espécie do coronovírus que terá sido transmitida aos humanos através de cobras e já se espalhou por 25 cidades chineses, fechando completamente três delas.

Esta unidade vai ter capacidade para isolar os doentes e dar-lhes tratamento especializado. Em Wuhan, uma cidade com 13 milhões de habitantes, existem ainda outros dois grandes hospitais que estão a tratar doentes infetados com o coronavírus.

Veja de seguida algumas imagens impressionantes do início da construção deste hospital.

Ler o resto do artigo >>

quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Gabriel Couto ganha obra de 15 milhões de euros em El Salvador

Depois de se consolidar com o desenvolvimento de contratos importantes nas Honduras, com um projeto de reabilitação rodoviária próximo dos 85 milhões de euros, e na Nicarágua, numa empreitada de infraestruturas hidráulicas e saneamento no valor de 5 milhões de euros, a Gabriel Couto reforça agora a sua posição na América Central, ao aumentar a sua carteira de obras com um contrato de conceção/ construção do posto fronteiriço El Amatillo, em El Salvador.

Numa região onde grande parte do transporte de mercadorias se realiza por via terrestre, a modernização deste posto fronteiriço, situado na Estrada Pan-americana que rasga o continente americano do gélido Alasca ao extremo Sul, revela-se de vital importância para o país e para a região, possibilitando o incremento do fluxo de importações e exportações, no âmbito da Estratégia Centro-Americana de Facilitação do Comércio e Competitividade.

A empreitada que ultrapassa os 15 milhões de euros compreende a conceção e construção de vários edifícios administrativos e técnicos, obras exteriores associadas, e também a génese e implementação de um sistema tecnológico de controlo de gestão integrada dos movimentos fronteiriços. Na atualidade atravessar a fronteira pode levar oito horas, mas com este investimento o tempo será reduzido para uns miraculosos 30 minutos.
Aliás e como se trata de uma infraestrutura de desenvolvimento de toda uma região, este projeto em El Salvador tem o financiamento do Governo dos Estados Unidos, através da agência bilateral de ajuda externa Millennium Challenge Corporation (MCC), e do respetivo programa implementado em El Salvador denominado Fomilenio II. No passado recente, a Gabriel Couto concluiu com sucesso projetos em Moçambique e na Zâmbia financiados por esta mesma entidade pertencente ao Governo Americano, e que certamente pesaram favoravelmente nesta recente adjudicação num novo mercado.

Para Tiago Couto, diretor da construtora de Vila Nova de Famalicão e responsável pelos projetos internacionais e de infraestruturas, esta obra em El Salvador tem um peso especial, não tanto pelo valor pecuniário, mas essencialmente por se tratar da entrada num novo país da América Central, que encontra na União Europeia e nos Estados Unidos, parceiros estratégicos para financiamentos que garantam o desenvolvimento desta região.
Nesta perspetiva, a Gabriel Couto mantém-se atenta à possibilidade de incrementar este tipo de investimentos, não só na zona central do continente americano, mas especialmente em toda a América Latina, pois «são mercados de concorrência saudável e menos agressivos do que em outras geografias», observa Tiago Couto que acrescenta nomes de países como a Bolívia, Costa Rica ou mesmo a Colômbia como alvos que estão no radar da construtora minhota.

A Gabriel Couto, no mercado há 71 anos, com atividade em Portugal, em África - Angola, Moçambique, Senegal, Zâmbia e Suazilândia -, e na América Central - Honduras, Nicarágua e El Salvador, ocupa o 7º lugar do “ranking” no setor no nosso país.

Ler o resto do artigo >>

sábado, 18 de janeiro de 2020

Sotecnisol Power & Water desenvolve projeto fotovoltaico na Quinta da Marinha em Cascais

A Sotecnisol Power & Water projetou e executou duas centrais fotovoltaicas na Quinta da Marinha, em Cascais, para o Hotel The Oitavos e Health Club, que totalizam uma potência de 372,60 kWp. Estas duas centrais, em regime de autoconsumo, vão permitir às unidades alcançar uma autonomia de consumo de energia elétrica da rede pública a rondar os 585.000 kWh, que representam cerca de 20% do consumo total das duas unidades, o equivalente ao consumo médio de cerca de 170 habitações.

A exploração das centrais será efetuada através do sistema de monitorização SynaptiQ da 3E, ferramenta utilizada pela equipa de operação da Sotecnisol Power & Water. Através desta monitorização, 24/7, são analisados e comparados níveis de produção de eletricidade, por inversor, e desenvolvidas ações preventivas e corretivas sempre que necessário.

Estas centrais fotovoltaicas permitirão ao Hotel The Oitavos e Health Club aumentar a sua competitividade por via da redução significativa dos custos em energia elétrica, bem como diminuir a pegada ecológica de ambos os espaços.
Para Filipe Bello Morais, Diretor Geral da Sotecnisol Power & Water, “O desenvolvimento de projetos sustentáveis num setor económico tão importante como a hotelaria é uma aposta indiscutível da nossa empresa, nomeadamente através de parcerias com players tão relevantes como o Hotel The Oitavos e o Health Club Quinta da Marinha”.

Ler o resto do artigo >>

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO