sábado, 16 de novembro de 2013

Afinal a Britalar não foi vendida e vai entrar em PER

Apesar das notícias que indicavam a venda da Britalar, esse cenário não se veio a confirmar e a empresa requereu no Tribunal Judicial de Braga a instauração do Processo Especial de Revitalização (PER), por considerar ser esse um passo fundamental para a consolidação da empresa face aos encargos que tem em mãos. A difícil conjuntura económica do país, com o sector da construção e obras públicas a ser um dos mais afectados, levou a Britalar a avançar com este mecanismo de recuperação económico-financeiro, ciente que está da viabilidade do modelo de negócio que criou. A empresa regista actualmente um passivo que ronda os 39 milhões de euros face a um activo de 51 milhões de euros.

Este PER será fundamental para estabelecer as necessárias negociações com os credores, num processo onde a Britalar entra com vontade de cumprir e respeitar todos os compromissos estabelecidos, tendo em vista a recuperação e estabilização da empresa. Esta é também uma oportunidade para a manutenção de muitos dos postos de trabalho que a empresa vem assegurando.

Em comunicado a administração da Britalar afirma que "assumindo o seu papel de referência no sector da construção civil e obras públicas em Portugal, a administração da Britalar acredita que este processo de revitalização virá reforçar a certeza de que se está perante uma empresa viável, capaz de assumiras suas responsabilidades, pugnando ainda pelo bem-estar dos seus colaboradores.

Este plano de revitalização da Britalar não afecta de forma alguma a actividade das restantes empresas do grupo nos mercados internacionais, onde mantém uma presença relevante, com uma carteira de encomendas que atesta a confiança dos nossos parceiros locais."
A Britalar Sociedade de Construções, S.A. nasceu em 1994 sendo um importante player na área da construção civil e obras públicas. Actua em diferentes áreas da construção, onde tem sido reconhecida em empreitadas públicas ou privadas e em domínios como a reabilitação, restauro e construção civil de estruturas de edifícios residenciais, estruturas “one stop shop”, estruturas de serviços de hotelaria, turismo, saúde e industriais, obras de arte rodoviárias e portuárias, parques de estacionamento, acabamentos gerais de construção civil e instalações especiais em edifícios.









1 Comentário:

Unknown disse...

Estes Srs da Britalar andaram a enganar os seus fornecedores e Sub-Empreiteiros fazendo contratos com pagamento em confirmig e quando a fatura entrava diziam que não tinham plafond para pagar!...Quando sabiam isso no momento do contrato!
Alem de o Sr. Salvador não assinar a folha do contrato que indica as condições de pagamento.
Vigaros!... com as letras todas!

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO