sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Soares da Costa quer rescindir com 900 colaboradores

A Soares da Costa quer levar a cabo uma reestruturação dos seus quadros, o que terá como consequência a eliminação de cerca de 900 postos de trabalho. A empresa terá já solicitado informações ao ministério da economia uma vez que a lei tem o limite de 80 rescisões por mútuo acordo. A Soares da Costa tem cerca de 6000 colaboradores, sendo 3700 da empresa do grupo ligada à construção.

O processo de reestruturação começou a ser elaborado por Pedro Gonçalves, que abandonou a liderança da construtora no passado 31 de Agosto, sendo substituído por Carlos Henriques. Os sindicatos já manifestaram a sua preocupação com esta situação que pode ter um desfecho muito negativo. Segundo um representante dos trabalhadores, já houve cerca de 100 rescisões por mútuo acordo este ano na construtora.

Recorde-se que ainda este ano a Soares da Costa foi anunciada como uma das 50 maiores construtoras da Europa.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO