sexta-feira, 23 de agosto de 2019

As empresas pré-qualificadas para a construção das novas linhas do Metro do Porto

A empresa do Metro do Porto revelou haver onze consórcios pré-qualificados para construir as novas linhas, sendo seis para a Linha Rosa (entre os Aliados/Praça da Liberdade e a Casa da Música), e sete para a extensão da Linha Amarela (entre Santo Ovídio a Vila d'Este, em Vila Nova de Gaia). Em ambos os casos houve quatro candidaturas que foram excluídas.

Assim, segundo o Jornal de Negócios, no concurso para a Linha Amarela foram pré-qualificados sete consórcios liderados pela Mota-Engil, Teixeira Duarte, Zagope, Lena Engenharia, ABB, Acciona e a Sacyr. No caso da Linha Rosa, repetem-se os consórcios pré-qualificados para a Linha Amarela, com a excepção da Sacyr que nesta linha ficou de fora.

Esta fase de pré-qualificação prosseguirá agora com o período de audiência prévia, no qual os candidatos podem apresentar as suas reclamações relativamente às disposições do relatório preliminar.

Após a fase de audiência prévia será publicado o relatório final e depois a Metro do Porto convidará as empresas pré-qualificadas a apresentarem a respetiva proposta de preço para a execução das duas empreitadas de expansão da rede.
Os dois concursos correspondem a um investimento global na ordem dos 300 milhões de euros, que acrescentará seis quilómetros e 10 milhões de novos clientes à rede do Metro, segundo a expectativa indicada pela empresa.

A Linha Rosa tem um valor base de 175 milhões de euros um prazo de execução de 42 meses. A extensão da Linha Amarela tem um valor base de 95 milhões de euros e um prazo de execução de 34 meses.










Seja o primeiro a comentar

Publicar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO