quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Tribunal confirma insolvência da Opway

O Tribunal de Comércio de Lisboa voltou a declarar a insolvência da Opway Engenharia. A insolvência da empresa tinha sido anulada em maio, depois desta recorrer de uma decisão de abril em que era declarada a insolvência pelo Tribunal. Os argumentos da empresa para reverter essa decisão foram que a administração não fora ouvida e a carteira de obras que estava em curso. A Opway é mais uma empresa a juntar-se ao rol das que nos últimos anos se viram envolvidas em notícias de insolvências e falências de grandes construtoras.

Uma nova sentença datada de 6 de agosto dá conta de que a Opway tem a extinção como destino, após cinco anos na incerteza da continuidade. A construtora não conseguiu atingir as metas do plano de recuperação que os credores aprovaram há quatro anos. Segundo o anúncio publicado no Citius, os credores têm 30 dias para reclamar os créditos.

Nos últimos anos a Opway tem tido presença nas notícias por motivos negativos. Os exemplos vão desde a suspeita de "negócio viciado" no leilão da empresa, até aos sucessivos despedimentos (aqui e aqui).
Na década passada a Opway, resultante da fusão da OPCA com a Sopol, era uma das maiores construtoras portuguesas, marcando presença assídua no ranking das 10 maiores empresas de construção de Portugal. A empresa, que já foi liderada por Filipe Soares Franco, ex-presidente do Sporting, foi sempre associada ao universo do Grupo Espírito Santo.










Seja o primeiro a comentar

Publicar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO