domingo, 29 de janeiro de 2017

Avança a requalificação da praia de Monte Gordo

A Câmara Municipal de Vila Real de Santo António e a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) vão dar início, na primeira quinzena de fevereiro, à obra da reabilitação da Praia de Monte Gordo. A construção de um passadiço pedonal sobrelevado com 2 quilómetros de extensão, ao longo de toda a frente marítima, no valor de um milhão de euros, será o primeiro passo da grande operação que renovará o rosto de Monte Gordo.

O plano já aprovado pela APA prevê 18 novos apoios de praia, que irão substituir os antigos à medida que as novas estruturas forem sendo construídas.

«Recorde-se que o Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POOC), aprovado pelo anterior executivo socialista da autarquia, apenas previa a construção de 8 apoios de praia mas, através da sua revisão e do conjunto de reuniões desenvolvidas entre a Câmara Municipal e a APA, foi possível a instalação de 18 unidades», nota Luís Gomes, presidente da Câmara Municipal de VRSA.

«Significa isto que todos os empresários que detinham atividade na praia e possuam a sua situação regularizada não necessitarão de submeter-se a concurso, pondo-se fim ao sistema de licenças precárias que vigorava até ao momento», prossegue o autarca.

A construção do passadiço destina-se a garantir o acesso ao areal e aos novos apoios de praia, permitindo a deslocação ao longo das áreas balneares. Será iluminado em toda a extensão, terá zonas de descanso e criará um circuito pedonal e de lazer.
A autarquia de VRSA irá suportar os encargos financeiros com o projeto, fiscalização e coordenação da obra. De forma a apoiar os operadores, a autarquia irá desenvolver os projetos de arquitetura dos novos apoios - fornecendo-os de forma gratuita aos concessionários - e criar um gabinete técnico de acompanhamento em Monte Gordo.

«Todas estas medidas visam colocar um ponto final ao que foi feito de mau no nosso concelho, especialmente no que diz respeito ao planeamento. Por esta razão, esta operação, sem precedentes, irá apostar em equipamentos de qualidade, com baixa densidade urbanística, adaptados às necessidades de cada um dos concessionários».

Ao nível ambiental, será recuperado todo o cordão dunar, enquanto as construções a implementar serão sobrelevadas, de forma a evitar o pisoteio, e obedecerão a materiais e projetos sustentáveis.

A reabilitação da praia de Monte Gordo junta-se ao processo de requalificação da frente de mar, promovido pela autarquia de VRSA e avaliado em 2,2 milhões de euros.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO