quarta-feira, 8 de julho de 2015

Lucios vai ampliar fábrica da Generis

A Lucios acaba de ganhar a primeira obra no setor farmacêutico – a remodelação e ampliação da unidade fabril da Generis, na Amadora – um projeto orçado em mais de €3M e que deve estar concluído em janeiro de 2016. A obra, propriedade de uma das maiores farmacêuticas a operar em Portugal, tem como objetivo a reformulação das zonas de armazém (cargas e descargas; receção; granulação), e de espaços com cuidados redobrados, designadamente o local onde os medicamentos são produzidos.

Paralelamente, será ainda construído de raiz um novo edifício que permitirá a fusão e ampliação das atuais instalações numa única e moderna fábrica.

“Procurámos uma empresa que nos oferecesse a garantia dos elevados padrões de responsabilidade e qualidade que este tipo de obra implica, e que demonstrasse experiência e capacidade técnica para cumprir os exigentes prazos de execução”, refere Pedro Moreira da Silva, diretor industrial da Generis.

O projeto, cuja execução conta com a assinatura da Lucios, vai permitir aumentar a capacidade de produção da líder de mercado em medicamentos genéricos para os 30 milhões de embalagens/ano, o equivalente a cerca de 1.200 milhões de comprimidos.

A ampliação da unidade fabril da Generis permitirá ganhar dimensão e maior eficiência, tornando a Generis internacionalmente competitiva, numa perspetiva de médio e longo prazo.

“Este projeto com uma das mais prestigiadas farmacêuticas vem enriquecer sobremaneira o nosso portefólio de obras e diversificar mais ainda o nosso campo de atuação”, afirma Luís Machado, administrador da Lucios.
Com a 1.ª obra ganha no setor farmacêutico, a Lucios alarga assim o seu portefólio de obras de maior sensibilidade e complexidade.

Recorde-se que no setor da saúde, projetos como a nova ala pediátrica do Centro Hospitalar São João, a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, a construção do edifício de cirurgia do ambulatório do Centro Hospitalar de Coimbra, a Lenitudes - Medical Center & Research, em Santa Maria da Feira, a remodelação da clínica de digestivos e ginecologia do Instituto Português de Oncologia do Porto, assim como a remodelação e ampliação da urgência e da unidade de cuidados intensivos polivalente e coronária de Vila Real são da responsabilidade desta construtora.







Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO