terça-feira, 14 de agosto de 2018

Colapso da ponte Morandi em Génova

Pelo menos 22 pessoas morreram na sequência da queda de parte da ponte Morandi, em Génova, Itália. Um vídeo mostra o momento final da queda da estrutura. Segundo um membro da Proteção Civil, Angelo Borrelli estavam entre 30 a 35 veículos ligeiros e três pesados na parte do tabuleiro da ponte que colapsou. As operações de socorro começaram de imediato, sendo que “o número de vítimas pode aumentar bastante”, pois “ainda há muitas pessoas por socorrer”, disse o membro da proteção civil italiana.

Segundo afirmou o secretário de Estado italiano das Infraestruturas e Transportes, Edoardo Rixi, à estação Rainews 24, os carros que estavam na ponte na altura do colapso “caíram a 70 metros de altitude. É uma tragédia, um verdadeiro desastre”.

A empresa Autostrade per l’Italia, que não construiu a ponte Morandi mas assegurava a sua manutenção, confirma numa nota escrita (citada pela agência Reuters) que “estava em curso trabalho de consolidação do pavimento do viaduto” e que, “como planeado”, tinha sido “instalada uma ponte suspensa” para permitir que as “atividades de manutenção fossem realizadas”.

Veja de seguida as imagens que documentam a queda da ponte Morandi.

Nesta imagem pode-se ver o troço da ponte que viria a cair.

Veja de seguida um vídeo com o momento da queda da ponte Morandi.

Uma ponte gémea da ponte Morandi, também desenhada pelo arquiteto Riccardo Morandi e construída sobre o Lago Maracaibo, na Venezuela, colapsou parcialmente em abril de 1964. A ponte General Rafael Urdaneta, construída com a mesma lógica de betão armado e um tabuleiro suspenso por cabos, cedeu depois de uma colisão com um petroleiro. O acidente provocou sete vítimas mortais.

Para um acompanhamento detalhado dos trabalhos e para mais informações sobre a queda da ponte Morandi, em Génova, recomendamos a reportagem em directo do Observador.










Seja o primeiro a comentar

Publicar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO