quinta-feira, 12 de julho de 2018

Leroy Merlin inaugura loja em Aveiro

A Leroy Merlin acaba de inaugurar a 14ª loja em território nacional, na cidade de Aveiro. Esta abertura de loja reforça a presença da marca na região centro do país e dá continuidade ao seu processo de expansão. Recorde-se que esta loja da Leroy Merlin foi construída pela DST.

A nova loja Leroy Merlin Aveiro traz até um dos mais populosos distritos da Região Centro uma ampla variedade de produtos, serviços e inspiração em bricolage, construção, decoração, cozinha, casa de banho e jardim com o objetivo de apoiar os seus habitantes na concretização de todos os seus projetos para a casa.

Com mais de 10.000 m2 de superfície total, dos quais 2.480 m2 dedicados à área de Construção, a nova Leroy Merlin apresenta um conceito de loja inovador que visa proporcionar uma experiência de compra única, centrada na simplificação e conforto do cliente ao longo de todo processo. Desde o acolhimento até à concretização da compra, uma equipa especializada de mais de 150 colaboradores estará sempre disponível para ajudar cada cliente a concretizar o seu projeto de casa.
Na nova loja, os produtos podem ser vivenciados em diversos ambientes - desde as áreas de exposição, aos ambientes mais decorativos, às zonas de teste e experimentação -, e o cliente pode solicitar o apoio dos Assessores de Projeto. Serviços para recolha rápida de produtos como o Drive In para a área de Construção complementam a oferta.

Aveiro contava até momento com uma loja AKI que acaba de encerrar, tendo sido toda a sua equipa integrada na nova Leroy Merlin, que com o seu conhecimento e know-how do cliente aveirense, enriquecem esta equipa. O fecho da loja AKI Aveiro surge no contexto do processo de convergência do grupo ADEO, já comunicado e em curso em Portugal.

A próxima abertura Leroy Merlin está prevista ainda para este ano, também na Região Centro, na cidade de Leiria.










1 Comentário:

Ricardo Castel-Branco disse...

A minha empresa trabalha com este sistema há alguns anos.
Podemos atestar que o que é dito anteriormente é verdade.
Além da rapidez da construção, o desempenho energético das nossas construções também é melhor, porque ao invés de se gastar dinheiro a criar inércia térmica, aposta-se em isolamento.
Como responsável técnico, tenho criado soluções inteiramente em LSF e híbridas para dar resposta a uma enorme variedade de linguagens arquitectónicas.
Relativamente às poupanças, conforme é dito no texto, a rapidez de coonstrução e a abertura de várias frentes de obra simultaneamente, são factores que contribuem para reduzir custos, a par das exigências de equipamentos de obra, que são no geral mais ligeiros e mais baratos. Um projecto bem detalhado é fundamental para se conseguir uma redução de custos directa, porque a indirecta é quase garantida à partida. https://uploads.disquscdn.com/images/c8f3b94ab635e75c45f5a566171045c7ddbe017f7d4e4fb234d03a88b090c84e.jpg https://uploads.disquscdn.com/images/2de965a9dc7d27f0fc88bbd163fb8c7b3d552d56375ada6a69207b7ece28f2bc.jpg https://uploads.disquscdn.com/images/d61f139c02328b0ce5eabca9fab98a45169718426b7df20c9d746a1640499381.jpg

Publicar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO