sexta-feira, 6 de Dezembro de 2013

Ramos Catarino entra em Processo Especial de Revitalização

A administração da Ramos Catarino justifica a decisão de submeter a construtora a um Processo Especial de Revitalização (PER) como um recurso para "evitar que a situação económico-financeira se degrade, garantindo, atempadamente, o equilíbrio e a sustentabilidade da empresa".

Em comunicado, o presidente do Grupo, Vítor Catarino, sublinha que “desde que se manifestou a grave crise que Portugal está a viver, o sector da Construção e do Imobiliário tem sido dos mais afectados, com milhares de empresas a encerrar, entre elas algumas das maiores do País”.

Segundo o presidente do conselho de administração da Ramos Catarino este passo permite "reestruturar a empresa e acautelar os interesses dos seus clientes e fornecedores, mas também dos seus colaboradores”. Afirmou ainda que "esta medida em nada afecta as obras em curso e outras que entretanto venham a ser adjudicadas à Ramos Catarino, tanto em Portugal como em outros países onde está a intervir (...) assim como as outras empresas do grupo".
Nas últimas semanas tinham surgido rumores que a Ramos Catarino poderia estar a entrar em insolvência, havendo diversos fornecedores a reclamar o pagamento das dívidas da empresa.

Recorde-se que recentemente a Ramos Catarino foi distinguida com os prémios "Reabilitação" e "Internacionalização" do Jornal Construir.







Assine o feed do site ou receba todas as novidades através da nossa newsletter. Pode também acompanhar o site no Facebook, no Google + e no Twitter.

Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO