quarta-feira, 1 de agosto de 2012

José Coutinho pede protecção contra credores

A Sociedade de Construções José Coutinho pediu um Processo Especial de Revitalização, um novo instrumento legislativo que alterou o Código de Insolvência e da Recuperação de Empresas, tendo agora dois meses para tentar chegar a acordo com os credores e salvar a empresa da falência. A empresa tem dívidas a fornecedores e outras entidades, mas tem também dinheiro a receber por obras que executou, sendo no caso o maior devedor o estado.

Com este processo a José Coutinho protege-se dos credores, ganhando algum "fôlego" para tentar obter algum do dinheiro que lhe devem, e assim mostrar que a empresa é viável. Contudo, basta que alguns credores não acreditem nessa viabilidade para que a empresa passe para a insolvência.

É assim evidente que a José Coutinho está numa autêntica luta contra o tempo para se manter em funcionamento, luta essa que poucas vezes dá frutos. A José Coutinho tem mais de 150 empregados e factura mais de 40 milhões de euros por ano.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO