terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Câmaras Municipais que pagam a tempo e horas

Quando abordamos o relatório da FEPICOP sobre o prazo de recebimento nas obras públicas destacamos as Câmaras Municipais que pagam a mais de 12 meses, situação no mínimo inadmissível, para não dizer pior. Mas como também se devem salientar os bons exemplos, não podemos deixar de referir as Câmaras Municipais que constituem bons exemplos de gestão e que não deixam quem lhes presta serviços pendurados. Na revista Sábado desta semana referem-se como Câmaras equilibradas no que diz respeito a despesas e receitas as seguintes: Mealhada, Santa Marta de Penaguião, Caldas da Rainha e Albergaria-a-Velha. E ser cumpridor até tem as suas vantagens financeiras para a própria entidade...

O presidente da Câmara da Mealhada e o de Santa Marta de Penaguião afirmam mesmo que têm mais empreiteiros e fornecedores que o habitual a quererem trabalhar para esses municípios por os saberem cumpridores. Mais ainda, além dessa vontade, o presidente da Câmara de Santa Marta de Penaguião vai ainda mais longe e estima que receba orçamentos 20% mais baratos relativamente às Câmaras más pagadoras. Mais Câmaras Municipais seguissem os exemplos destas e talvez o país não tivesse no seu estado actual.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO