sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Ponte Akashi-Kaikyo - O maior tabuleiro suspenso do mundo

Inaugurada em 1998 no Japão, a ponte Akashi-Kaikyo é uma obra imponente de engenharia e uma das pontes mais conhecidas no mundo. Localizada no estreito de Akashi entre a cidade de Kobe e a ilha Awaji, esta ponte demorou 10 anos a ser construída, tendo mesmo resistido a um sismo durante a sua execução, em 2005, que provocou um aumento de distância entre os seus pilares no valor de 1 metro. O local onde a ponte foi construída tem profundidades de 100 metros e correntes de 14Km/h, que por vezes atingem os 290Km/h. Esta ponte tem um comprimento de 3911 metros, no entanto é o seu vão central que merece o maior destaque. Esse vão ainda detém o recorde mundial do maior tabuleiro suspenso de uma ponte do mundo, mais concretamente com 1991 metros de comprimento. Quando foi inaugurada a ponte, o seu tabuleiro suspenso superou o recorde anterior, que havia sido batido também em 1998 aquando da inauguração da ponte Great Belt na Dinamarca (o seu tabuleiro suspenso tem 1624 metros).

GENERALIDADES

Mas o recorde do maior tabuleiro suspenso de uma ponte do mundo não foi o único recorde que a ponte Akashi-Kayko bateu. Além desse, bateu mais dois recordes mundiais, nomeadamente o de ponte mais alta do mundo e o de ponte mais cara do mundo, com um custo de cerca de 4,3 biliões de dólares. Os números desta ponte conseguem ser tão impressionantes que só em aço usado na ponte dá um total de 300000 Km de desenvolvimento. Para que se perceba melhor o que isto significa, a quantidade de aço usada na ponte dava para dar 7 voltas e meia ao mundo.
Uma das exigências para a construção desta ponte era que o vão central tivesse mais que 1500 metros suspenso para assegurar a segurança do tráfego marítimo (actualmente passam cerca de 1000 barcos por dia por baixo da ponte). O vão central, de 1991 metros de comprimento, apoia em duas torres de aço, ambas com 282,8 metros de altura. A ponte tem três faixas de tráfego em cada sentido, num total de seis.

RESISTÊNCIA AO VENTO

O tabuleiro é constituído por treliças poias além de conferirem uma boa resistência e rigidez à ponte, não oferecem especial resistência à passagem do vento, factor extremamente condicionante nas pontes. A somar a isso, ainda foram instaladas placas para direccionar o vento ao longo do tabuleiro com as treliças. De seguida pode-se ver uma fotografia tirada no meio das treliças.

FUNDAÇÕES

As duas fundações (para as duas torres de aço) são do tipo directas, e são constituídas por caixões de betão armado com 80 metros de diâmetro. Estes caixões foram pré-fabricados e transportados até ao seu local de implantação onde foram submergidos até uma profundidade de 60 metros. Os caixões foram protegidos com pedras arredondadas e filtros de forma a protege-los do desgaste provocado pela areia e pedregulhos arrastados pela corrente da água.

LEVANTAMENTO DA ESTRUTURA DA PONTE

Em 1992 iniciou-se a fase de levantamento das duas torres em estrutura de aço, sendo cada uma formada por 30 segmentos pré-fabricados. A secção transversal em forma de cruz deve-se à elevada altura das torres (282,8 metros) e foram ainda colocados 20 atenuadores dinâmicos sincronizados, de forma a neutralizar as vibrações provocadas pelo vento.

Os cabos que suspendem o tabuleiro são formados por 290 feixes, cada um com 127 fios da aço galvanizado de elevada resistência à tracção, mais concretamente 180 Kgf/mm2.

APONTAMENTOS FINAIS

A 5 de Abril de 1998 deu-se então a inauguração desta obra de arte da engenharia mundial, ocorrendo uma cerimónia com o príncipe e a princesa do Japão, seguida de um desfile de 1500 pessoas sobre a ponte.

Refira-se ainda a título de curiosidade que o segundo maior tabuleiro suspenso de uma ponte do mundo pertence à ponte chinesa Xihoumen Bridge, enquanto que o terceiro pertence à já referida neste texto ponte Great Belt na Dinamarca.

IMAGENS

Veja de seguida algumas imagens da ponte Akashi Kaikyo:









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO