segunda-feira, 27 de abril de 2020

dstgroup executa obra para a Iberdrola em Ribeira de Pena

A dst, sa, empresa do dstgroup, está a construir, em Ribeira de Pena, o Edifício de Controlo do Sistema Electroprodutor do Tâmega, uma estrutura de escritórios e serviços que permitirá apoiar aquele que é um dos maiores projetos hidroelétricos levados a cabo na Europa nos últimos 25 anos. A empreitada da Iberdrola, tem assinatura da consultora portuguesa TPF - Consultores de Engenharia e Arquitetura, S.A. e representa um investimento de cerca de 2,4 milhões euros.

O projeto de construção inclui trabalhos de terraplanagem, execução de fundações, estruturas, arquitetura, redes, instalações, e ainda a urbanização da plataforma do Edifício de Controlo do Sistema Eletroprodutor do Tâmega (SET) e Auxiliar. A dte - instalações especiais, também do dstgroup, será responsável pela implementação do projeto de especialidade, nomeadamente instalações elétricas, telecomunicações, deteção de incêndios, extinção portátil, sinalética de emergência, extinção fixa, sistema solar e AVAC.

“É para nós particularmente entusiasmante poder fazer parte da história da construção de um projeto desta envergadura, não só porque promove a transição energética em Portugal, baseado num modelo de utilização de energia limpa, que é também uma das nossas frentes de trabalho, mas também porque vai permitir a criação de riqueza e bem-estar para as populações da região e dos portugueses, em geral”, refere José Teixeira, presidente do Conselho de Administração do dstgroup.

A par da dimensão económica, ambiental e social e do encaixe financeiro que esta obra representa, José Teixeira destaca as medidas adotadas nesta e noutras empreitadas, no contexto de COVID-19. “Temos um plano de contingência extremamente rigoroso, quer na sede da empresa quer nas empreitadas atualmente em execução. A sua implementação passa, entre outras medidas, pela distribuição de kits de EPI, obrigatoriedade de medição da temperatura corporal duas vezes por dia (manhã e tarde), desinfeção de todo o estaleiro de obra e frentes de trabalho e o distanciamento social”.

O Sistema Eletroprodutor do Tâmega é um dos maiores projetos hidroelétricos realizados na Europa nos últimos 25 anos, prevendo 1.500 milhões de euros de investimento e a criação de 13.500 empregos diretos e indireto durante o período de maior volume dos trabalhos (2018-2020). É formado por três centrais hidroelétricas e três barragens, duas situadas no rio Tâmega (Daivões e Alto Tâmega) e a terceira no rio Torno (Gouvães). O complexo contará com uma potência instalada de 1.200 megawatts (MW), alcançando uma produção anual de 1.800 gigawatts hora (GWh), ou seja, 4% do consumo elétrico do país.










Seja o primeiro a comentar

Publicar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO