terça-feira, 30 de julho de 2019

Estudo de Impacte Ambiental viabiliza construção do Aeroporto do Montijo, embora alerte para as consequências

Um Estudo de Impacte Ambiental, disponível para consulta pública, viabiliza a construção do novo aeroporto. O estudo revela que, à semelhança de qualquer outro projecto desta natureza, o Aeroporto do Montijo vai ter um impacto significativo no ambiente. O Governo pretende que o aeroporto esteja em funcionamento em 2022.

O documento, divulgado pelo jornal Público, assume que a construção da nova infraestrutura vai afetar a região envolvente: excesso de ruído e efeitos na saúde humana são os principais alertas do estudo ambiental. Um dos efeitos na população afetada serão as perturbações do sono. Para além disso, a nível ecológico, o aumento do trânsito, de veículos, aviões e de pessoas a circular na região, assim como o ruído provocado pelos aviões, pode afetar os hábitos de algumas espécies protegidas, nomeadamente das aves.
O documento estará disponível para consulta pública até 19 de setembro. A Agência Portuguesa do Ambiente tem um mês após este período para se pronunciar e decidir pela aprovação ou chumbo do projeto, sendo este o último passo para o processo de construção avançar em definitivo.










1 Comentário:

J. disse...

O local é lindíssimo, imagino a paisagem vista do ar!!
No entanto acho uma parolice, saloice fazer neste local tão emblemático. O aeroporto militar há muito que devia ter saído.
Desde sempre era a OTA, OTA, e era lá que deveria ser construido o aeroporto.

Publicar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO