quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Mota-Engil ganha novos contratos na América Latina de quase 200 milhões de euros

A Mota-Engil viu adjudicado, a uma participada na Colômbia, um contrato público para a realização do projeto, da construção e da operação assistida de uma estação elevada de águas residuais na região de Canoas. O projeto e a construção terão um prazo de execução de 44 meses e a operação assistida decorrerá durante um prazo de 6 meses. Ambas as fases originarão um montante agregado de faturação de cerca de 100 milhões de euros.

Adicionalmente, à Mota-Engil Peru, foi adjudicada a obra de elevação da barragem de Las Bambas, fase 4, pela Minera Las Bambas. Aquela obra terá um prazo de execução de 26 meses. À mesma empresa, foi igualmente adjudicada a extensão dos trabalhos de conservação de algumas estradas pela Provias por um período de 18 meses. Por último, à Mota-Engil Republica Dominicana, foi adjudicada a reconstrução e extensão de parte do Porto de Caucedo, obra que terá um período de execução de 13 meses.
Com estas adjudicações, a Mota-Engil reforça a sua carteira de encomendas em cerca de 192 milhões de euros, aumentando para 500 milhões de euros o volume de novas obras acrescidas à carteira da região da América Latina no segundo semestre do ano, continuando desta forma a incrementar e a diversificar o portefólio de obras naquela região.










Seja o primeiro a comentar

Publicar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO