sexta-feira, 21 de julho de 2017

Sede do BNL-BNP Paribas em Roma

O edifício da sede do BNL-BNP Paribas Group, em Roma, é um exemplo impressionante de como conjugar, com sucesso, o desenho arquitetónico inovador com o máximo de conforto e bem-estar para os seus ocupantes. Projetado pelo ateliê de arquitetura italiano 5+1AA Alfonso Femia Gianluca Peluffo, o edifício de 12 andares (com quatro níveis subterrâneos adicionais) foi criado de forma a integrar-se no ambiente urbano circundante.

Concluído em 2016 e localizado junto à Estação Ferroviária de Tiburtina em Roma, a estrutura acolhe mais de 3.000 locais de trabalho, para além de um centro de formação, um auditório, um restaurante, garagens, um ginásio, uma creche e um terraço com vista panorâmica. Devido ao inteligente vidro estrutural, a estética é visualmente atrativa, refletindo a parte envolvente do edifício em todos os lados e mudando o seu aspeto dependendo da hora do dia e do clima.
O projeto destaca-se igualmente pelo seu elevado nível de compromisso face à sustentabilidade ambiental, refletido nas certificações de classe A e LEED Gold, apresentando um menor consumo de energia quando comparado com os edifícios tradicionais. Em julho de 2016, a sede foi reconhecida com o galardão "The Plan 2016" para o melhor desenvolvimento imobiliário para escritórios, concorrendo contra 500 outros projetos de todo o mundo.
Combinar o controlo solar com cores e reflexos
O vidro ajuda a transformar o edifício numa estrutura semelhante a uma miragem, cujo aspeto muda continuamente à medida que capta os reflexos do céu e das luzes da cidade, ao mesmo tempo que evita ser um obstáculo para a vista. A estética também oferece a transição perfeita entre a Estação de Tiburtina e os bairros residenciais circundantes.

Como Alfonso Femia, Sócio Fundador, Presidente e Diretor Executivo da 5+1AA e Gestor de Projetos, afirmou: “O nosso objetivo era responder às necessidades funcionais com um edifício que pudesse, no que diz respeito à autonomia e identidade, pertencer ao contexto urbano da Estação de Tiburtina, representando simultaneamente a cidade de Roma e os seus utilizadores".

“Partindo destas premissas, criámos um edifício capaz de se relacionar de uma forma diferente com o distrito de Pietralata, a noroeste, e com o complexo da Estação Tiburtina, a sudeste. Com as suas cores dinâmicas e reflexivas, o vidro no edifício procura o seu próprio diálogo com a parte envolvente e com as luzes de Roma. De noite ou de dia, o vidro oferece reflexos cromáticos, cores e transparências únicos e em constante mudança. Desta forma, o edifício assume diferentes papéis, remetendo a nossa imaginação para importantes obras de artistas contemporâneos e cineastas que abordaram os temas da "perceção" e "reflexo” da realidade”.
 
Para o vidro estrutural, a Guardian Glass forneceu cinco produtos diferentes da sua gama de vidro de controlo solar SunGuard® – quatro destes proporcionam um visual prateado e, o outro, um visual mais neutro. Todos estes produtos de vidro revestido oferecem diferentes níveis de transmissão e reflexo externo de luz para atender aos requisitos precisos do arquiteto. Através de uma cuidada seleção destes produtos, o arquiteto conseguiu distribuir os vários tipos de vidro por todo o edifício de uma forma lógica e esteticamente atraente, alcançando, ao mesmo tempo, o desempenho de controlo solar exigido.

Todas as unidades de vidro isolante duplo (UVI) no edifício são constituídas por:
- Um painel exterior de vidro temperado com 10 mm ou vidro flotado Guardian ExtraClear® sem revestimento, ou um dos cinco produtos de vidro de controlo solar Guardian SunGuard (detalhados abaixo).
- Um espaçador com 16 mm preenchido com árgon.
- Um painel interior de vidro de isolamento térmico Guardian ClimaGuard® 1.0 com 10 mm
Os cinco diferentes produtos Guardian SunGuard utilizados nos painéis exteriores são:

- Guardian SunGuard® Solar – um vidro de controlo solar que reflete o calor do sol para longe do vidro, ajudando a evitar que o espaço interior sobreaqueça. A gama oferece uma grande variedade de cores (neste caso, prata e neutro) combinadas com excecionais requisitos técnicos térmicos. Foram utilizados três produtos de vidro SunGuard® Solar neste projeto: SunGuard® Solar Silver 10, SunGuard® Solar Silver 20 e SunGuard® Solar Neutral 67 – todos oferecem diferentes níveis de transmissão de luz e de ganho de calor solar.

- Guardian SunGuard® High Performance - A série Guardian SunGuard® High Performance de vidro de controlo solar oferece a máxima flexibilidade de projeto, combinando opções visuais únicas com diversas de opções de ganho de calor solar e de nível de isolamento térmico. Foram selecionados dois produtos de vidro SunGuard High Performance para este projeto: Vidro Guardian SunGuard® HP Silver 35/26, que oferece uma transmissão de luz de 35% em conjunto com um fator solar de 26%*. Isto reduz o brilho da luz solar direta, ao mesmo tempo que oferece uma excelente reflexão do calor solar, o que ajuda a manter o edifício fresco e a reduzir a solicitação do ar condicionado. Apresenta um valor U de 1,2 W/m2K, oferecendo um bom isolamento térmico. Também foi utilizado o vidro Guardian SunGuard® HP Silver 43/31 que oferece uma transmissão de luz de 43% em conjunto com um fator solar de 31%*.
Foi selecionado o vidro Guardian ClimaGuard 1.0 para o painel interior de todas as UVI duplas. Este vidro termicamente isolante com um valor U de 1,0 W/m2K oferece o mais elevado nível de isolamento térmico fisicamente possível em UVI padrão com vidro duplo. Transparente e com uma cor neutra, este vidro transmite a luz magnificamente.

Para esta combinação de transparência, estética e desempenho, o arquiteto escolheu o vidro flotado Guardian ExtraClear para ser utilizado nos painéis exteriores. Este proporciona uma maior neutralidade de cores na transmissão e reflexão.









1 Comentário:

Edson Marques disse...

Quando vejo uma obra de arte como essa, dá-me enorme vontade de estudar Arquitetura (para juntá-la à minha poesia!).

www.EdsonMarques.com

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO