terça-feira, 17 de novembro de 2015

Concreta e Endiel na Exponor de 19 a 22 de Novembro

Desde esta quinta-feira e até domingo, 19 e 22 de novembro, realiza-se na Exponor, em Leça da Palmeira, Matosinhos, a 27.ª Concreta – Feira de Construção, Reabilitação, Arquitetura e Design. Esta edição surge renovada e conta com 230 expositores, 20 dos quais estrangeiros, resultando numa mostra representativa dos principais subsectores da fileira portuguesa da construção e da atual oferta nacional nas áreas de arquitetura, engenharia e especialidades técnicas.

A Concreta 2015 surge com um layout diferente de todas as edições anteriores, adotando uma organização espacial assente em ‘praças temáticas’ e propondo aos visitantes um passeio pelo pavilhão 5 do parque de feiras da Exponor, como se tratasse da visita a uma cidade.

As sete praças temáticas foram criadas em parceria com empresas e marcas do sector, dos quais tomam o nome: “Still Urban Design”, “Secil”, “Amorim e Gyptec”, “Construção Sustentável”, “Smart Cities”, “Arquitectura” e “Cozinhas”. Haverá, ainda, três zonas dedicadas às tendências do mercado de arquitetura e design, configuradas no espaço “Urban Trends”.

Não menos importante será o “Espaço Arquitetura”, criado em parceria com a Secção Regional do Norte da Ordem dos Arquitetos, onde estarão dezenas de profissionais a expor os seus trabalhos.
Privilegiando os visitantes profissionais, o certame estará aberto ao público no fim de semana (dias 21 e 22), entre as 10 e as 20 horas. O custo do ingresso é de cinco euros por pessoa.

Paralelamente, realiza-se o 18.º Endiel – Encontro para o Desenvolvimento do Sector Elétrico e Eletrónico, numa organização conjunta da ANIMEE -Associação Portuguesa das Empresas do Sector Elétrico e Eletrónico e da Exponor – Feira Internacional do Porto, repetindo a associação à Concreta de 2011. São mais 30 expositores, entre empresas, industriais e de serviços, representativos da oferta nacional do sector, parceiro de primeira linha da fileira da construção em áreas como a requalificação urbana, a sustentabilidade, as cidades inteligentes e a eficiência energética.

Durante os quatro dias da feira decorrerá, ainda, um alargado programa de atividades paralelas, como seminários técnicos, workshops, debates e exposições, zonas destinadas à intervenção de designers e arquitetos, prémios e lançamentos de produtos.









1 Comentário:

António Sebastião Jesus disse...

è de obras dequalidade que nós precisamos e não de mamarrachos como por ai se veêm

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO