domingo, 2 de março de 2014

Alba ganha nova vida

A marca portuguesa ALBA, integrada no grupo LARUS, fechou 2013 com um volume de vendas próximo dos 500 mil euros, registando um crescimento de 32%, relativamente ao ano anterior. Para 2014, a empresa estima crescer 20% e estrear-se na internacionalização nos mercados de Angola e Marrocos.

Pedro Martins Pereira, bisneto do fundador da metalúrgica histórica, é hoje, o impulsionador da recuperação da marca que está no imaginário colectivo português, desenvolvendo a área de Inovação e promovendo a renovação da marca.

A mobilar jardins e parques de norte a sul do país, desde o início do século XX, a ALBA ganhou uma nova vida em 2013 ao apresentar novos produtos e a reeditar outros nas áreas do aquecimento, águas e mobiliário urbano tradicional.

Lançou dois equipamentos com design de autor - um recuperador de calor desenhado pelo arquiteto Eduardo Souto de Moura e uma salamandra assinada pelo designer Francisco Providência. No domínio das águas, desenvolveu tampas de saneamento em compósito, reforçado a fibras, com o objetivo de desmotivar o seu furto, e o equipamento de combate a Incêndio “Hidrante Aqua”. No âmbito do mobiliário urbano, relançou os intemporais “Banco nº1” e as “Coluna de Iluminação ALBA” em ferro fundido.
De destacar que a ALBA, fundada em 1921, para além da inovação da sua ampla gama de produtos desenvolvidos e produzidos em Albergaria-a-Velha, distinguiu-se pela sua política de responsabilidade social: construiu hospitais, creches e jardins de infância, moradias sociais, cineteatros, instalações desportivas e o Clube Desportivo ALBA.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO