sábado, 2 de novembro de 2013

Autoclismos eficientes da Oli com selo CE

A OLI, líder ibérica na produção de autoclismos e o segundo maior produtor europeu, assinala um ano de produção com a marcação CE que significa “conformidade com desempenho declarado”, demonstrando a correspondência do produto e do processo de produção com os requisitos exigidos e validados por todos os países da União Europeia.

Esta certificação é um instrumento fundamental no mercado comum europeu de garantia da qualidade do produto e do processo de produção, para a segurança e a saúde dos consumidores, mas também para a durabilidade do equipamento, a poupança de energia e a preservação do ambiente.

De salientar que a marcação CE se tornou obrigatória com a entrada em vigor do regulamento europeu 305/2011 que revoga a diretiva 89/106/CE e estabelece as condições de colocação/ disponibilização de produtos de construção no mercado, determinando regras harmonizadas sobre a forma de expressar o desempenho do produto de construção, no âmbito das suas características essenciais.

No caso particular do autoclismo, a declaração de desempenho é abrangida pela norma harmonizada EN 15055, cujos itens a avaliar são: Estanquicidade à água (WL); Fiabilidade da válvula (VR); nível de ruído (NL); Volume de descarga (L) e Durabilidade (DA).

Para além do selo CE, os autoclismos da OLI apresentam uma certificação de Eficiência Hídrica que categoriza os equipamentos da classe E (menos eficiente) à classe A (mais eficiente), pela ANQIP - Associação Nacional para a Qualidade nas Instalações Prediais, sendo que a maioria dos autoclismos da marca integram-se na classe A.

Ambas as certificações selam hoje todos os autoclismos da OLI, evidenciando o investimento contínuo da empresa em Inovação e a sua afirmação como marca de vanguarda no desenvolvimento de soluções de banho que preservam os recursos hídricos.

O uso eficiente da água tornou-se numa prioridade a nível nacional e internacional, face à sua escassez e à sua importância para a qualidade de vida das populações, o desenvolvimento económico e os ecossistemas da terra. Sabe-se que: diariamente, cada português despende, em média, 40 litros de água em autoclismos; o consumo médio anual associado à utilização do autoclismo fixa-se em 45 mil litros por habitação e 230 mil milhões de litros em todo o país.

Para combater o desperdício de água nos autoclismos à escala global, a OLI tem estudado, em conjunto, com as universidades e os centros de investigação, e produzido com meios e recursos tecnologicamente avançados, novas soluções de sistemas de instalações sanitárias.

Ao longo dos 59 anos de vida, a OLI assinou relevantes inovações neste domínio que estão hoje presentes em todo o mundo. Lançou a dupla descarga do autoclismo que permite escolher o volume de água a descarregar, proporcionando uma poupança hídrica na ordem dos 50%, e apresentou, recentemente, a torneira de bóia “Azor Plus” com o sistema retardador da entrada da água no autoclismo que permite uma poupança diária equivalente a 9 litros de água.

A Investigação e Desenvolvimento é uma aposta estratégica da única empresa de autoclismos interiores em Portugal. Tem mais de 40 patentes ativas na Europa, o que faz dela a terceira empresa em Portugal com mais patentes na Europa.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO