quinta-feira, 7 de março de 2013

Nova escola básica da Lousã já vai no quarto empreiteiro

A Câmara Municipal da Lousã adjudicou a construção da nova Escola Básica Integrada da Lousã à CIP - Construções, S.A. pelo valor de 1.994.906,63 euros mais IVA. Facto curioso é esta obra ter sido iniciada em 2009, já ter sido suspensa 3 vezes, sendo este o quarto empreiteiro a assumir a responsabilidade da sua construção.

A primeira empresa a ter a responsabilidade da construção desta escola na Lousã foi a José França, que começou a obra em 2009 e a abandonou no início de 2010. A Pasolis - Empreitadas e Obras Públicas do Lis sucedeu à José França, mas não aguentou muito tempo, tendo entrado em processo de insolvência após 3 meses.

Depois da Pasolis, quem assumiu a empreitada foi a Alberto Vasco, tendo abandonado a obra em Julho do ano passado após ter sido vendida e ter pedido insolvência em tribunal, segundo Luis Antunes, presidente da Câmara Municipal de Lousã. Segundo este, após ter sido vendida, a Alberto Vasco despediu toda gente (cerca de meia centena de trabalhadores) e esvaziou os escritórios.

Representando um investimento público de cerca de 4 milhões de euros, a construção da nova Escola Básica Integrada da Lousã parece amaldiçoada. Resta esperar para ver se é desta que a obra é concluída, ou se não há quatro sem cinco...









1 Comentário:

Anónimo disse...

simples ,os empreiteiros que abandonaram a obra que paguem o k receberam mais juros de danos etc...

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO