segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

As obras em Guimarães para a Capital Europeia da Cultura (CEC)

A Capital Europeia da Cultura em Guimarães, à semelhança do que aconteceu no Porto no seu tempo, começa com a maior parte das suas obras a decorrer e ainda a alguns meses do término. Ao todo um investimento de perto de 50 milhões de euros para a Capital Europeia da Cultura que vai sendo concluído com o avançar do ano - se não houver derrapagem nos prazos, claro. Por um lado António Magalhães, presidente da Câmara de Guimarães garante que esta era a programação, que as obras fossem terminando ao longo do ano, por outro seria recomendável por todas as razões e mais algumas que as obras estivessem já concluídas (alguns concursos foram lançados tarde).

De seguida deixamos uma lista das principais obras de Guimarães, a Capital Europeia da Cultura e o estado em que se encontram actualmente.
- Plataforma da Artes (valor: 16.632.030 euros) - Esta obra está em curso e está a cargo da empresa bracarense Casais - Engenharia e Construção, S.A. e é a mais emblemática da Capital Europeia da Cultura. É também a mais cara. Relembramos que o concurso público da Plataforma das Artes foi fértil em polémica. Aqui demos conta da polémica na fase de prévia qualificação e da polémica decisão final de adjudicação. A sua conclusão está agendada para Junho de 2012.
Plataforma das Artes e Criatividade
- CAMPURBIS - compreende a implantação do Instituto de Design, do Centro Avançado de Formação Pós-Graduada e do Centro de Ciência Viva - (valor: 7.916.516 euros mais 4.102.500 euros para a intervenção na via pública) - Obras em curso, a conclusão está prevista para algures entre o primeiro trimestre de 2012 e Maio. A obra do Instituto do Design está a cargo da DST e da CARI; a do Centro Avançado de Formação Pós-Graduada está a cargo da António Campos Silva - ACS, após desistência a meio da obra por parte da Guimar. Para saber mais sobre o CAMPURBIS veja a apresentação do projecto.
Centro Avançado de Formação Pós-Graduada
- Intervenção no Largo do Toural e na Alameda São Dâmaso, no Largo República do Brasil e na Rua Santo António (valor: 7.006.715 euros) - Obras já concluídas pela Alberto Couto Alves - ACA.
Largo do Toural
- Museu Casa da Memória (valor: 4.500.000 euros) - Obra em curso a cargo, à semelhança da Plataforma das Artes, da Casais - Engenharia e Construção, S.A.
Casa da Memória
- Extensão do Museu Alberto Sampaio (valor: 2.874.604 euros) - Obra em curso a ser executada pela António Campos Silva - ACS.
Extensão do Museu Alberto Sampaio
- Intervenção no Monte Latito e Campo de S. Mamede (valor: 1.235.394 euros) - As obras ainda não começaram, estarão a cargo da M. Couto Alves - MCA - e a conclusão está agendada para Julho do presente ano.
Monte Latito









4 Comentários:

Anónimo disse...

Infelizmente essa foto do Toural não corresponde à realidade (foto do 1º projecto que não foi avante).

Cumps,

Anónimo disse...

Exactamente. Essa foto era a do primeiro protejo que não foi aprovado.

Já agora outra rectificação na parte da " Intervenção no Monte Latito e Campo de S. Mamede "

As Obras já começaram no dia 2 de Janeiro, data em que este tópico foi criado, as obras já tinham arrancado.

Cumprimentos

APS disse...

Com que então a gamar imagens, sem lhe indicar a proveniência!?...

Engenharia e Construção disse...

Uma leitura atenta do nosso site revelaria o seguinte parágrafo:

"As restantes imagens presentes neste site são imagens encontradas através do motor de pesquisa do google, não sendo por isso sempre possível identificar os seus autores. No caso de possuírem direitos de autor sobre as mesmas, contactem-nos a informar dos mesmos para colocarmos essa informação junto da imagem, ou para a retirarmos do site se essa for a vossa vontade."

Ficamos à espera da sua indicação, seja para retirar alguma das imagens, seja para indicar a sua origem, que nós desconhecemos.

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO