terça-feira, 17 de maio de 2011

1100 construtoras entraram em insolvência nos últimos 15 meses

Mais de 1.100 construtoras entraram em processo de insolvência nos últimos 15 meses, devido à quebra na procura no mercado da construção de edifícios, indica a análise de conjuntura regional da AECOPS hoje divulgada.

A Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas e Serviços (AECOPS) diz que "970 construtoras terão sido objecto de processo de insolvência durante o ano de 2010, o que traduz um aumento de 26 por cento face ao ano anterior".

A este valor somam-se 152 novos casos de insolvência verificados nos primeiros três meses de ano, o que totaliza 1.122 processos nos últimos 15 meses.

A quebra na procura, nomeadamente no mercado da construção de edifícios, "foi a principal responsável pelo crescimento do número de insolvências", segundo a associação.

Nos primeiros dois meses do ano, foram licenciados 3.088 novos fogos, o que representa uma queda homóloga de 25 por cento.

Pela positiva, destaque para os dados relativos às obras públicas.

Segundo a AECOPS, o número das obras a concurso subiu 59 por cento e o valor das empreitadas a concurso cresceu cinco por cento nos primeiros quatro meses deste ano.

A associação cita também os dados do Instituto da Construção e do Imobiliário (InCI), segundo os quais entre Maio do ano passado e o mesmo mês deste ano 1.535 empresas perderam alvará ou título de registo.

Fonte: Diário de Notícias









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO