segunda-feira, 14 de março de 2011

15 mil desempregados na construção a curto prazo

A crise que o mercado da construção atravessa em Portugal tem que ser alvo de profunda reflexão, não é sustentável que os políticos continuem a assobiar para o lado ignorando o desemprego na construção. E acenarem com as grandes obras públicas não resolve por inteiro os problemas do sector. É que por vezes falam de forma que parece que com as grandes obras públicas a crise no sector da construção fica praticamente resolvida... mas não, continuariam a haver milhares de desempregados.

O Sindicato da Construção de Portugal vai hoje chamar a atenção do Ministério do Trabalho para os problemas do setor, alertando que a curto prazo mais de 15 mil trabalhadores estarão desempregados.

Segundo uma nota enviada às redações, o presidente do sindicato vai ser recebido hoje, às 16:00, no gabinete da ministra do Trabalho, Helena André, em Lisboa, e entregar «um documento alusivo à situação social e laboral do setor da construção».

Entre as questões que o sindicato deverá abordar no encontro estão o desemprego e as relações laborais no setor.


Fonte: Diário Digital









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO