quarta-feira, 27 de abril de 2016

Garcia, Garcia assegura ampliação da nipónica Uchiyama em Portugal

O grupo japonês Uchiyama Manufacturing Corporation (UMC) está a ampliar a sua fábrica em Viana do Castelo e escolheu a Garcia, Garcia (GG), construtora nacional especializada na conceção e execução de edifícios industriais, para a construção. A subsidiária portuguesa que produz vedantes, rolamentos e juntas para a indústria automóvel, que se destinam essencialmente aos mercados externos, prevê, com este aumento da sua capacidade de produção, juntar 30 novos postos de trabalho diretos aos 400 já existentes.

A GG volta, assim, a ser o parceiro escolhido por uma multinacional a investir em Portugal depois de ter concluído há poucos meses a primeira fábrica da francesa Eurocast em Arcos de Valdevez e de ter arrancado recentemente com as construções do novo Centro de Investigação e Desenvolvimento (I&D) de Aveiro da Bosch Termotecnologia e da segunda unidade da brasileira WEG no país, em Santo Tirso. Um conjunto de investimentos que ascende a 61,8 milhões de euros.

Este projeto, que reflete o dinamismo e competitividade que a filial portuguesa tem vindo a demonstrar, tem como objetivo aumentar a capacidade de resposta e suportar a conquista de novos mercados.

O projeto, da autoria do gabinete “Cândido Azevedo”, implica a ampliação da unidade existente com a construção de duas novas áreas – 2.035 m2 destinados a armazenagem e expedição de produção e 280 m2 para novo bloco social – e a construção de um novo edifício independente, de 4.845 m2, para zonas fabris e de produção.
Todos os trabalhos estão a ser realizados enquanto a fábrica continua a laborar, tendo sido planeados pela construtora de modo a terem um impacto reduzido na atividade normal da empresa. De salientar ainda que a ampliação da área do edifício existente destinada a armazenagem foi concluída em apenas quatro meses, correspondendo o tempo de execução às necessidades mais prementes da Uchiyama.

Fundada em 1898, a UMC é especialista na produção de vedantes de rolamentos e juntas para o setor automóvel, vedantes e cápsulas para garrafas, além de materiais de construção e de embalagem, e dispõe de sete unidades fabris no Japão, mais seis distribuídas por Portugal, Estados Unidos, China e Vietname.

Em Portugal, a Uchiyama emprega 400 dos 6.000 colaboradores do Grupo e destina praticamente toda a produção a exportação para países como Alemanha, Polónia, França e República Checa.







Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO