sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Elbphilharmonie, a nova sala de espetáculos de Hamburgo

Localizada nas margens do rio Elba, na ponta ocidental da HafenCity em Hamburgo, Alemanha, o Elbphilharmonie é uma das maiores e acusticamente mais avançadas salas de espetáculos do mundo, bem como um excelente exemplo de arquitetura moderna. O Elbphilharmonie é caracterizado pela arquitetura deslumbrante da instalação multiusos. Projetado por Herzog & de Meuron, o edifício não é apenas um local dedicado aos espetáculos musicais; É um complexo residencial e cultural de pleno direito. O edifício com 108 metros de altura, oficialmente inaugurado em janeiro de 2017, acomoda uma sala filarmónica, um salão para música de câmara, restaurantes, bares, um terraço com vista panorâmica sobre Hamburgo e o porto, apartamentos de luxo, um hotel, um centro de fitness, salas de conferências e estacionamentos.

O desenho do novo edifício em vidro assemelha-se a uma vela hasteada ou a uma onda de água. Projetada a partir da forma do armazém Kaispeicher original que o suporta, a perspetiva geral do novo edifício em vidro é idêntica ao bloco de tijolos do edifício mais antigo, acima do qual ascende. No entanto, na parte superior e inferior, a nova estrutura assume um desenho muito diferente da forma discreta e simples do armazém abaixo.
Fachada de vidro curvo complexo
A impressionante fachada de vidro com 21.800m2 do novo edifício é constituída em parte (aproximadamente 5.000m2) de vidro curvado que transforma a estrutura num enorme cristal de quartzo, cuja aparência muda continuamente à medida que capta os reflexos do céu, da água e das luzes da cidade.

A Josef Gartner GmbH foi responsável pelo desenvolvimento da fachada de vidro. Esta é constituída por unidades de vidro isolante (IGU) planas e curvas para as janelas, e por vidro triplo curvo laminado simples para as galerias (galerias exteriores cobertas).
Um dos desafios foi desenvolver os elementos de vidro curvo da fachada. Até então, ninguém tinha dobrado painéis de vidro com esta complexa geometria 3D.

O desafio seguinte era manter as funções dos diferentes revestimentos do vidro durante o processo de fabrico. O vidro da fachada é constituído por um revestimento de baixa emissividade, um revestimento de controlo solar, pontos de espelho de crómio e um padrão de serigrafia de cerâmica. O revestimento de controlo solar e os pontos de crómio foram fundamentais para cumprir os requisitos de desempenho dos clientes. Gartner estava preocupado que as altas temperaturas no forno de curvatura destruíssem estas camadas ou prejudicassem o seu desempenho.
“Consultámos diversas empresas, mas a Guardian foi a única a oferecer uma camada de base que garantia que a camada de proteção solar mantivesse as suas funções durante o processo de fabrico", afirma Karl Lindenmaier, Gestor de Projeto Sénior do Elbphilharmonie na Josef Gartner. "Em estreita colaboração com a Guardian, atingimos e mantivemos os requisitos dos clientes".

Para além de trabalhar com a Gartner durante a fase de projeto da fachada, a equipa da Guardian Glass também trabalhou em estreita colaboração com o transformador de vidro curvo, a SunGlass Srl. Isto garantiu que o vidro curvo respeitasse os requisitos do arquiteto em termos de desempenho e estética (ou seja, as formas do vidro curvado, a aparência e os reflexos de cores).
Produtos fornecidos pela Guardian Glass
Os arquitetos, Herzog & de Meuron, selecionaram como vidro de base para toda a fachada o vidro flotado Guardian ExtraClear® pela sua conjugação de transparência, estética e desempenho.

A Guardian também forneceu o vidro de controlo solar revestido SunGuard® Solar Light Blue 52. Este produto disponibilizou estabilidade suficiente durante o processo de curvatura do vidro, ao mesmo tempo que cumpre os requisitos do arquiteto. Numa unidade de vidro de isolamento padrão*, o SunGuard Solar Light Blue 52 oferece uma transmissão de luz visível de 47%. Tem igualmente um baixo fator solar de 36% para ajudar a reduzir a solicitação do ar condicionado do edifício e controlar a temperatura no interior do mesmo. Além disso, o revestimento SunGuard Solar Light Blue 52 ofereceu a possibilidade de aplicar o padrão de serigrafia cerâmica diretamente no revestimento.
Para proporcionar um desempenho completo para as janelas curvas das unidades de vidro isolante, a Guardian forneceu o seu vidro revestido de isolamento térmico ClimaGuard® DT. Este produto combina neutralidade, isolamento térmico, durabilidade e fácil transformação. Oferece uma extraordinariamente elevada estabilidade durante o processo de curvatura do vidro, ao mesmo tempo que cumpre os requisitos do arquiteto.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO