segunda-feira, 31 de julho de 2017

Construção do Wine Lodge Hotel foi suspensa por Mário Ferreira

O empresário Mário Ferreira suspendeu a construção do Wine Lodge Hotel, na escarpa de Gaia, após sucessivos chumbos ao seu projeto que já sofreu cinco alterações para dar resposta aos entraves que encontrou por parte de entidades ligadas ao Ministério da Cultura. A intenção inicial da Mário Ferreira era que a obra de construção deste hotel de charme, um investimento de 15 milhões de euros, começasse no verão de 2016 para que o hotel pudesse entrar em funcionamento no final de 2017.

Este hotel surgiria no lugar da fábrica de cerâmica do Senhor d'Além, inserido na zona especial de protecção do Mosteiro da Serra do Pilar, próximo da área consagrada pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade.

Segundo o Negócios "a "volumetria excessiva" da construção levou logo chumbo da Direcção Regional de Cultura do Norte, em Junho do ano passado, quando foi apresentada a primeira versão do projecto. O empresário discordou, mas aceitou preparar uma nova proposta. Mas a segunda versão acabou também por obter um parecer desfavorável, por despacho de Dezembro do director dos serviços dos Bens Culturais."
Mas as dificuldades de conseguir autorização para avançar com o projeto não se ficaram por aí e "foi então que o projecto seguiu para a Direcção-geral do Património Cultural para ser submetido a parecer da secção de Património Arquitectónico e Arqueológico do Conselho Nacional de Cultura, que também o viria a rejeitar no início deste ano. Após mais dois chumbos, Mário Ferreira diz-se farto e colocou o Wine Lodge em "stand-by"."

"Estamos desgastados por ao fim de cinco diferentes alterações do projecto e, depois da quinta, ainda não se ver a luz ao fundo do túnel", revelou Mário Ferreira. O empresário explicou ainda que "pelo contínuo desgaste de pedidos e mais pedidos, achámos que seria mais interessante e produtivo ocupar o tempo e o dinheiro disponível em projectos de mais imediata concretização".
O Wine Lodge seria o primeiro hotel de Portugal com uma entrada pela água, como em Veneza. Um hotel cinco estrelas com 85 quartos, que criaria 80 empregos, e um complexo residencial com uma dúzia de apartamentos.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO