sexta-feira, 21 de abril de 2017

MSF Engenharia com salários em atraso

A situação da MSF Engenharia é crítica, tendo este ano muitos trabalhadores recebido apenas meio mês de salário. Os atrasos nos pagamentos dos salários variam entre 3 e 7 meses e dependem dos mercados onde a empresa está inserida. A administração da empresa recorreu na semana passada ao mecanismo PER (Processo Especial de Revitalização), convencida e que os credores estarão do seu lado na luta pela viabilização.

BCP e Novo Banco são os principais credores e estão em sintonia com a administração da empresa na procura de uma solução que evite o colapso desta empresa histórica da engenharia portuguesa.

Angola e Qatar são dois dos mercados que mais problemas tem trazido à empresa, sendo os trabalhadores colocados nesses mercados os que têm mais salários em atraso.

A construtora registou um recorde de faturação de 510 milhões de euros (2011) que se reduziu para 120 milhões em 2015 (80% no exterior). Ainda assim, está entre as 10 maiores do sector, operando em 10 países – os mercados mais recentes, com obras rodoviárias, são o sultanato de Omã, Moldávia e Serra Leoa. Nos últimos exercícios tem registado perdas pesadas: 57 milhões, no biénio 2014/15.
A dívida financeira ronda os 120 milhões num passivo que supera os 300 milhões de euros. As dívidas a fornecedores superam os 70 milhões.

Em 2016, a MSF Engenharia contara com boas notícias do lado das barragens da Iberdrola. O consórcio com a Ferrovial ganhara a construção de duas centrais hidroeléctrica, no Alto Tâmega, na zona de Chaves – 170 milhões de euros no total.

A MSF, aliada à Somague, permanece em litígio com o Estado por causa do resgate da concessão do Túnel do Marão. O consórcio reclama em tribunal uma indemnização de 535 milhões de euros, depois do Tribunal Arbitral ter decido um acerto de contas com base na obra executada e não paga (46 milhões).

Fonte: Expresso









1 Comentário:

Mario Rocha disse...

Nao é so o pessoal da MSF com salarios em atraso, em Março de 2013 vim embora de Angola com cerca de 35 000 usd para receber e ate hoje nem resposta , e em Outubro de 2015 voltei a vir embora desta vez com mais de 20 000 usd , ja é azar , acho que em breve vou publicar nomes , assim quando alguem tentar ir ja vai avisado.

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO