domingo, 6 de março de 2016

DTE encerra 2015 com faturação acima dos 30 milhões de euros

A dte instalações especiais, s.a., empresa do grupo dst, terminou o ano de 2015 com um volume de faturação de cerca de 30 milhões de euros, representando um crescimento do volume de negócios de cerca de 25%, relativamente ao ano de 2014. Este é um resultado ancorado na conclusão de grandes projetos, como o Parque dos Poetas, em Oeiras, a nova sede dos supermercados Lidl, em Sintra, e a Estação de Tratamento de Águas (ETA) do Carvoeiro, em Aveiro. A contribuir para esta performance de uma das empresas nacionais de referência na área das instalações especiais esteve ainda a conquista, no decorrer do ano de 2015, de novos projetos nacionais e internacionais, designadamente a reabilitação do antigo edifício dos CTT, em Lisboa, a segunda fase da fábrica de papel Fortissue, em Viana do Castelo, a obra do Circuito Hidráulico Roxo / Sado, a Reitoria da Universidade Católica em Luanda e um hipermercado em Talatona, em Angola.

No Parque dos Poetas, um espaço total de 22,5 hectares, localizado numa das áreas mais nobres do concelho de Oeiras, a dte foi responsável pelas instalações elétricas dos espaços exteriores e interiores e pelas instalações de aquecimento, ventilação e ar condicionado dos edifícios subjacentes. Mais do que um parque urbano de grande qualidade paisagística, e que prima pela exigência técnica e o rigor arquitetónico, trata-se de um espaço onde se respira poesia, podendo ser considerado um “museu ao ar livre”. A nova sede do Lidl foi uma empreitada importante devido ao facto de ser uma obra com utilização de toda a tecnologia de ponta e possuir um prazo de conclusão muito rigoroso, de apenas cinco meses. Já a ETA do Carvoeiro, uma estação de tratamento de água para o abastecimento a seis concelhos do Baixo Vouga, representa mais um projeto executado e que contribui para o portefólio da empresa na área das instalações hidromecânicas e hidráulicas.

No que concerne aos novos projetos, a empreitada de reabilitação do antigo edifício dos CTT é uma obra que prevê a execução de 104 apartamentos e 15 espaços comerciais. Trata-se de um edifício com cinco pisos e mais de 12 mil metros quadrados de área bruta de construção. O empreendimento dá pelo nome de Lisbon 8 Building e foi a dte que ficou responsável pelas suas instalações de eletricidade, telecomunicações, segurança e AVAC. Quanto à segunda fase da construção da fábrica de papel Fortissue, esta obra constituiu um desafio para a dte, na medida em que teve um prazo de execução muito curto e ambicioso.

Destacam-se, ainda, a adjudicação da empreitada de construção do Circuito Hidráulico Roxo / Sado, a cargo da EDIA, projeto que permitiu o reforço da presença da dte na área de negócio das infraestruturas elétricas e hidromecânicas.
A nível internacional, salienta-se a adjudicação da Reitoria da Universidade Católica, em Luanda, e de um hipermercado em Talatona, dois projetos de referência e de elevada relevância a decorrer atualmente em Angola, reforçando assim a presença da dte naquela geografia.

Para José Teixeira, presidente do conselho de administração do grupo dst, estes resultados da dte “representam o acerto da estratégia que seguimos nos últimos anos, com uma conjuntura económica adversa que se fez sentir com particular incidência na área da construção civil, e que assentou na nossa capacidade de resposta aos desafios que os nossos clientes nos foram colocando”. “O know-how e a inovação que colocamos em todas as empreitadas, assim como o escrupuloso cumprimento dos prazos exigidos, fazem da dte um dos principais players do setor, o que nos orgulha mas também nos responsabiliza para desafios futuros”, concluiu.







Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO