quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Promoção de centros comerciais na Europa intensifica-se

Segundo a última edição do European Shopping Centre Development, publicado semestralmente pela Cushman & Wakefield, a promoção de novos centros comerciais na Europa registou em 2015 um aumento considerável que se manterá em 2016. Até metade de 2015, alcançaram-se os 152,6 milhões de metros quadrados de área de centros comerciais em toda a Europa.

Só nos primeiros seis meses do ano, foram adicionados 1,4 milhões de metros quadrados, e prevê-se um aumento de mais do triplo deste valor na segunda metade de 2015. É esperado que a Rússia, Turquia e Polónia totalizem 61% desta área, seguidos de França e Reino Unido. Até ao final de 2016 serão somados mais 9,7 milhões de metros quadrados de novos espaços comerciais na Europa.

A Cushman & Wakefield identifica as cidades de Istanbul, Ankara, Londres, Sófia e Praga como as que mais atrairão investimento para o setor.

Atualmente o crescimento da atividade de centros comerciais na Europa Central e de Leste é suportado pela construção de projetos de grande dimensão, enquanto na Europa Ocidental é através de projetos pequenos e médios, assim como pela expansão de espaços comerciais já existentes. A tendência contudo, será a de abertura de grandes centros comerciais também nesta região da Europa.

Exemplo disto é a mais recente inauguração em Nice, França de um centro comercial com 75.000 m2, o Polygone Riviera promovido pela Unibail-Rodamco. Este é o primeiro centro de lifestyle que combina lojas premium com arquitetura, arte e entretenimento.
O pipeline para a Europa Ocidental inclui mais alguns projetos de grande escala como o Arese em Milão que terá 92.000 m2 e contará com mais de 200 lojas, cafés, restaurantes e zonas dedicadas ao desporto, saúde e cultura.

Em Portugal confirma-se a tendência verificada na Europa. Após uns anos de estagnação, a retoma na construção de novos centros foi encabeçada pela Immochan no final do ano passado com a inauguração do Alegro Setúbal. As perspetivas futuras são de manutenção deste crescimento, sendo várias as novas aberturas e expansões previstas - em Lisboa espera-se a inauguração do novo conceito do The Edge Group em Sete Rios ; a renovação do Fonte Nova em Benfica; e a expansão do já existente Oeiras Parque; em Braga, o Nova Arcada encontra-se já próximo da sua conclusão, anunciada para 2016 com um total de 67.500 m² de ABL; e no Algarve, o grupo Inter Ikea iniciou em Loulé a construção do que será o segundo conjunto comercial do promotor sueco em Portugal, que contará com uma loja Ikea, um centro comercial e um factory outlet com um total de 83.000 m² de ABL e abertura prevista em 2017.
No que se refere ao mercado de investimento, o setor de centros comerciais foi o que captou maior volume de capitais em 2015, tendo registado mais de 640 milhões de investimento, cerca de 40% do total investido até à data.







Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO