quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Sistema Regional do Carvoeiro: investimento superior a 30 milhões de euros foi um dos maiores em Portugal no setor da hidráulica

O grupo dst (Domingos da Silva Teixeira), em consórcio, concluiu a construção do sistema de abastecimento de água em alta aos concelhos de Albergaria-a-Velha, Águeda, Aveiro, Estarreja, Ílhavo, Murtosa, Oliveira do Bairro e Vagos, uma empreitada que compreendeu a reabilitação e reforço da ETA do Carvoeiro e a implantação de todo o sistema de captação e adução de água. A empreitada constituiu um investimento superior a 30 milhões de euros, um dos maiores em Portugal no setor da hidráulica, designadamente no que concerne à execução de infraestruturas de água potável para abastecimento.

Iniciada em 2013, a obra implicou a execução de mais de 130 Km’s de condutas de adução de água bruta, a construção de seis reservatórios de armazenamento de água potável e as Estações Elevatórias do Beco e Á-dos-Ferreiros.

A execução dos trabalhos de instalação de tubagens em FFD e PEAD, os reservatórios de armazenamento de água em betão armado e as instalações elétricas e hidromecânicas estiveram a cargo do grupo dst, que optou pela aplicação de tubagem em FFD, com revestimento interior em poliuretano, por apresentar vantagens consideráveis, contribuindo de forma decisiva para a redução do consumo de cloro, situação particularmente importante nos troços onde a velocidade é mais baixa e, por isso, o tempo de retenção no interior da tubagem é maior. A ampliação do Sistema Regional do Carvoeiro implicou também o projeto de construção civil em todas as especialidades necessárias à execução dos trabalhos, com particular incidência para as soluções de Engenharia Hidráulica, um sector onde o grupo dst tem vindo a assumir um papel de destaque em termos de inovação e desenvolvimento de soluções que melhor se adaptam às necessidades dos clientes.
O projeto para o sistema do Carvoeiro implicou ainda a execução de um by-pass às duas condutas elevatórias de água bruta existentes, ficando fora de serviço os troços os existentes e que colidiam com a execução de obras na nova ETA. Foi ainda efetuado o reforço e reabilitação de furos e poços de captação de água subterrânea, uma nova captação de água superficial e estação elevatória associada, e a implantação de uma conduta elevatória de água bruta de captação superficial, para alimentação das câmaras de mistura rápida da linha de tratamento na nova ETA.

No que concerne à intervenção na ETA existente, o destaque vai para a alteração do traçado das atuais condutas de água bruta de furos e poços, a reabilitação dos silos de cal apagada em termos de estanqueidade e total ausência de humidade, a ampliação da zona de colocação dos cilindros de cloro ou a recuperação e reforço do sistema de neutralização de fugas de cloro por soda cáustica. A obra compreendeu também a execução da plataforma e da via de acesso, incluindo os necessários muros de suporte, para a implantação de órgãos e edifícios da nova ETA e a construção do reservatório de água tratada do Beco e da respetiva estação elevatória, na freguesia de Macinhata do Vouga.
O Ministro-Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, considerou que “esta empreitada, em muitas circunstâncias, ajudará seguramente a reforçar as condições de competitividade das empresas”, reforçando que se trata de “um investimento que melhorará a qualidade e a capacidade de abastecimento, visto que se juntam mais dois municípios a esta associação, e também a qualidade da água”. Poiares Maduro ressalvou ainda que Portugal está a experienciar “uma evolução muito significativa” e que “em muitos domínios, ao nível de equipamentos e de infraestruturas que servem as nossas populações, estamos colocados em condições superiores às da média da grande maioria dos estados europeus, havendo no entanto áreas, e esta é uma delas, em que continuarão a ser necessários investimentos”.

Para José Teixeira, presidente do Conselho de Administração do grupo dst, esta obra de ampliação do Sistema Regional do Carvoeiro é reflexo "da vasta experiência da empresa na construção de infraestruturas hidráulicas de grande complexidade, fruto de um know-how onde a inovação é contínua na procura de soluções que melhor se adaptam aos requisitos dos nossos clientes, e que fazem do grupo dst uma referência no setor". No entender de José Teixeira, "o caminho da inovação é determinante para a manutenção da solidez empresarial que temos orgulho em apresentar e que faz de nós um parceiro preferencial no mercado, com a qualidade de execução que já nos caracteriza e o vanguardismo tecnológico que aplicamos em todos os trabalhos que efetuamos em Portugal e no estrangeiro".







Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO