quinta-feira, 12 de março de 2015

Mercado imobiliário português mantém-se positivo

O Imovirtual Market Index (IMI) continua a mostrar índices positivos no mercado português, mantendo-se um otimismo generalizado relativo a novos produtos e a visitas realizadas por potenciais interessados, com expetativas de sinal positivo no desenvolvimento da atividade no curto prazo.

O estudo, que incide em profissionais de mediação imobiliária, consultores imobiliários, empresas de gestão e administração de imóveis, entre outros, revela que, em fevereiro, em média, a colocação de imóveis residenciais para venda apresentou um tempo de 11,8 meses (registando o valor mínimo desde o início da série). No referente a imóveis para arrendamento, registou igualmente o valor mínimo desde julho de 2012, apresentando um tempo médio de absorção de 3,7 meses

No mês de fevereiro, a REVConsultants com base na análise do IMI destaca os seguintes indicadores:
  • 48% dos participantes no inquérito menciona o aumento de produto em carteira e 41% mencionam a manutenção;
  • 44% dos inquiridos observou um aumento de visitas de potenciais interessados, 42% refere uma estabilização; 14% menciona uma diminuição.
  • 50% dos inquiridos menciona observar uma estabilização no que concerne aos negócios concretizados, não obstante cerca de 27% menciona que registou um aumento na concretização das transações;
  • 51% dos inquiridos, registou um comportamento estável no desenvolvimento da sua atividade, contrastando com 15% que menciona uma decréscimo da mesma (representatividade superior ao mês anterior); 35% menciona um desenvolvimento positivo da mesma.
Os principais obstáculos apontados pelos inquiridos como condicionantes do pleno funcionamento do mercado, são incontornavelmente associados a indicadores de cariz socioeconómico, nomeadamente:
  • A instabilidade no mercado de trabalho, com uma incidência de cerca de 52%;
  • A restritividade bancária, que registou uma representatividade de 44%;
  • Diminuição do Poder de Compra (42%).
Em relação ao dinamismo da atividade, as expectativas de 68% dos inquiridos é de uma melhoria da mesma, sendo que apenas 3% acredita na deterioração das condições em que o mercado imobiliário atua.







Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO