domingo, 13 de abril de 2014

Construção sustentável em debate

O arquitecto norte-americano Michael Reynolds, criador do sistema “Earthship Biotecture”, baseado na construção sustentável de casas com recurso a materiais reciclados e reutilizados durante a sua construção, é o convidado da conferência/workshop “Earthship Biotecture Portugal 2014”, a realizar na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, no próximo dia 10 de maio, entre as 9h00 e as 17h00.

Pela primeira vez em Portugal, Michael Reynolds, 68 anos, tem construído um pouco por todo o mundo casas auto-suficientes a partir de garrafas, latas e, sobretudo, pneus velhos cheios de terra. Assim se constroem as “Earthship”, moradias cuja estabilidade, segundo o arquitecto, está assegurada nos piores cenários.

Michael Reynolds focou-se a desenvolver casas auto-suficientes em água, energia, saneamento e alimentação. Estas casas captam a água da chuva e permitem que seja reutilizada quatro vezes, podendo ser aquecida pelo sol ou através de gás natural. A electricidade é outra das poupanças importantes, sendo obtida através de sistemas solares e eólicos e depois armazenada em baterias.

Quanto ao lixo e ao saneamento, as casas reutilizam o esgoto doméstico através de células de tratamento interiores e exteriores. Os autoclismos usam um sistema de água-cinza tratada, o que permite a ausência de odores. Além disso, a comida é cultivada numa estufa, que aproveita a água usada nos lavatórios e que é posteriormente tratada para regar as plantas. As “Earthship” utilizam a luz solar e a massa térmica da terra para manter a temperatura ambiente agradável.
O preço das construções de Michael Reynolds depende da tipologia do projecto. A planta da casa pode custar entre 3700 e 7500 euros e, por cada metro quadrado construído, o cliente tem de pagar mais 1800 euros. As “Earthship” podem ser construídas pela equipa num mês, mas o cliente tem de pagar viagem e estadia à equipa de construção.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO