quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Mercado imobiliário em alta e com elevadas expetativas

O IMI – Imovirtual Market Index avança que em janeiro registou-se uma profunda recuperação na tendência do mercado, tendo-se inclusivamente alcançado o valor mais positivo deste índice de confiança desde o seu lançamento em julho de 2012. O IMI-Imovirtual Market Index é divulgado pelo portal Imovirtual.com que foi lançado em julho de 2011 e é hoje uma referência do setor imobiliário.

De acordo com as respostas obtidas, os profissionais do setor estão mais otimistas relativamente ao mercado, não só por efeito da sazonalidade (uma vez que tradicionalmente o primeiro trimestre do ano é o mais dinâmico em termos nacionais), mas também por constatarem uma melhoria aparentemente sustentada na maioria dos indicadores macroeconómicos e imobiliários (em particular numa forte recuperação do investimento direto estrangeiro).

Os dados agregados revelam que o tempo médio de absorção no mercado residencial de venda continua a situar-se em torno dos 15 meses, enquanto o tempo médio de absorção no mercado residencial de arrendamento mantém a tendência de agravamento ligeiro, iniciada em outubro de 2013, situando-se agora um pouco acima dos cinco meses.

Além da estabilidade dos tempos médios de absorção, destaca-se um maior dinamismo da Procura imobiliária neste início de ano, reportado por mais de 46% dos inquiridos – sendo que apenas 25% das respostas apontam para uma contração no número de transações face a dezembro de 2013.

Para os profissionais do setor, os principais fatores inibidores da Procura imobiliária, no mês de janeiro, foram a instabilidade no mercado de trabalho (com um consenso que reuniu cerca de 60% dos inquiridos), a restritividade bancária (referenciada em 59% das situações) e a diminuição do poder de compra das famílias (com 55% de respostas). A este nível, é possível concluir que os condicionalismos do mercado têm sido basicamente os mesmos ao longo dos últimos meses.
Quanto às expetativas de curto prazo dos profissionais que atuam no mercado imobiliário, cerca de 63% acreditam numa melhoria (mesmo que ligeira) da atividade em geral e 27% assumem mesmo como possível uma ligeira recuperação dos valores das transações praticados (sobretudo no segmento residencial para venda).

Este otimismo relativamente ao dinamismo do mercado até março/abril de 2014 encontra-se também alicerçado no facto de 28% dos inquiridos terem reportado uma melhoria no número de transações no mês de janeiro, face a dezembro, e de 46% alegarem um aumento da procura imobiliária, mais uma vez, em especial no produto residencial para compra.

Ao longo do período de realização do IMI-Imovirtual Market Index foram recebidas perto de 5.000 respostas de profissionais que atuam no mercado imobiliário, tais como empresas de mediação imobiliária, angariadores imobiliários, empresas de gestão e administração de imóveis, bem como promotores e investidores imobiliários.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO