segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Larus exporta esplanadas e quiosques para o Magrebe e Emirados Árabes

A Larus, empresa portuguesa de mobiliário urbano, iniciou 2014 a exportar as primeiras esplanadas e quiosques para o Magrebe e os Emirados Árabes, no âmbito da sua estratégia de internacionalização. Os equipamentos desenvolvidos e produzidos em Albergaria-a-Velha irão mobilar vários espaços público junto à costa marítima, reforçando a intervenção da Larus em projetos internacionais de reabilitação urbana, no domínio da oferta turística, e de infraestruturas de transportes públicos.

Pedro Martins Pereira, fundador da empresa, considera que a escolha da Larus em ambos os mercados se deve “à grande vantagem decorrente da herança cultural portuguesa - a empresa não impõe soluções, mas adapta-as à realidade local, às características ambientais ou culturais de cada país. Todos os equipamentos projetados são alvo de um cuidado extremo, no que respeita à regulamentação e hábitos culturais locais e isso diferencia-nos”.

Com esta intervenção no espaço público, através do fornecimento de quiosques e esplanadas para o Magrebe e os Emirados Árabes, a Larus prevê faturar cerca de um milhão de euros.

Pedro Martins Pereira indica que a Larus apostará, este ano, em geografias como o norte de África e o Médio Oriente. “Atualmente, no mundo árabe, o mar, que tinha sido esquecido por tanto tempo, está a ser recuperado e as comunidades costeiras estão a orientar as atividades de ócio e lazer para a primeira linha de costa, e o nosso mobiliário urbano está a ser bem aceite”.
Nos últimos dois anos, a Larus destacou-se nos mercados internacionais ao mobilar a Baía de Luanda, em Angola, a Medina de Casablanca, em Marrocos, ou o “Fortress Belt”, um projeto de reabilitação de uma linha de fortificações entre a Bélgica e a Holanda, construída entre os séculos XVI e XVIII.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO