quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Quercus sensibiliza para o Ecodesign no LxD – Lisboa Design Show

O Ecodesign mais do que uma moda deve ser entendido por empresas e designers como uma necessidade para uma economia mais sustentável. É esta visão que orienta a conferência “Ecodesign – Inovação e tendências para uma economia verde” promovida pela Quercus e que terá lugar amanhã, pelas 14h30, no LxD – Lisboa Design Show, evento integrado na 37ª edição da INTERCASA.

O seminário a decorrer no Pavilhão 2 da FIL, procura pôr em debate diferentes perspectivas sobre o ecodesign enquanto elemento central para a concretização de um novo modelo de desenvolvimento, onde a sustentabilidade, a criatividade e a inovação se juntam.

O seminário terá início com um enquadramento sobre as linhas estratégicas mais marcantes a nível internacional e europeu e a sua possível concretização em Portugal, apresentado por Fernanda Pargana, secretária-geral do Business Council for Sustainable Development – Portugal.

De seguida terá lugar uma mesa redonda onde se incluem intervenções de diferentes agentes que são um exemplo do que melhor se faz em Portugal nesta área. Privilegiando uma abordagem interactiva de pergunta/resposta (liderada por um moderador), os convidados partilharão as suas perspectivas sobre dificuldades e potencialidades do ecodesign em diferentes áreas económicas e o papel que esta abordagem pode desempenhar na concretização da economia verde em Portugal.

Ao nível de casos práticos serão apresentados na primeira pessoa os exemplos da Revigrés, já distinguida em 2011 com o Prémio de Inovação para a Sustentabilidade (EBAEpis) na fase nacional dos European Business Awards for the Environment. O projeto “Solar Tiles” é apenas um dos exemplos da abordagem inovadora da Revigrés na área da sustentabilidade. O seminário conta ainda com o contributo da Amorim Cork Composites, uma empresa do Grupo Amorim que tem inovado na procura de soluções para uso do material nobre com que trabalha – a cortiça.
A área da construção sustentável tem sido uma aposta central e os esforços desenvolvidos têm sido recompensados com o reconhecimento por parte de entidades referência como o BRE, que atribuiu a produtos ACC a chancela de poderem ser utilizados no âmbito do sistema de certificação de construção sustentável BREEAM.

A mesa redonda contará ainda com o testemunho do lado da investigação, neste caso do LNEG, que nos dará conta dos desenvolvimentos mais recentes na área do ecodesign e dos desafios que se colocam. Será ainda contemplada a perspectiva dos profissionais que, em primeira mão, assumem a responsabilidade de inovar na área do ecodesign - os designers – com a participação da Associação Nacional de Designers.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO