quinta-feira, 30 de maio de 2013

Materiais inadequados em aterro causaram desabamento de terras em Mesão Frio - Guimarães

A derrocada de terras na estrada que liga Guimarães a Fafe, no início do mês passado, terá sido provocada pela "deficiente execução" do aterro, assim como pela utilização de materiais inadequados na sua composição. "Foi a deficiente execução do aterro decorrente da ausência de projecto geotécnico para o mesmo e da utilização de materiais inadequados para a sua construção" que terão estado na origem do desabamento de terras, segundo o relatório da Comissão de Avaliação constituída pela Câmara Municipal de Guimarães.

A comissão aponta ainda que "é provável que a elevada pluviosidade" no mês de Março "tenha contribuído para despoletar o escorregamento, agravando uma situação que por si já era débil devido à deficiente execução do aterro".

A variante que liga Fafe a Guimarães, pela qual passam diariamente cerca de 25 mil carros, esteve 15 dias fechadas para os trabalhos de remoção de terras, cujo total equivalia a 80 camiões.









1 Comentário:

Marco disse...

Num projecto bem feito e executado teriam sido efectuados os devidos testes aquando da construção do aterro, bem como da documentação de controlo do mesmo, e haveria responsáveis claros. Mas estando em Portugal onde tudo se faz às 3 pancadas ... é o costume ... se estes casos fossem levados a tribunal a feita a justiça adequada não se brincava com estas coisas.

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO