quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Inovador cabo aéreo de fibra óptica apresentado em Londres

A Nexans desenvolveu, a pedido e com a colaboração das empresas dte e dstelecom (grupo dst), um inovador cabo de fibra óptica, que vai garantir as ligações de banda larga nas zonas rurais em condições técnicas de superior qualidade. O novo tipo de cabo, que já está patenteado, permite uma maior capacidade em termos de ligações aéreas e já está a ser implementado na Zona Norte de Portugal, integrado no projecto das Redes de Nova Geração que a dstelecom tem em curso. O plano de trabalhos prevê que esta solução comece a ser implantada em breve também a Sul, designadamente no Alentejo e Algarve.

O carácter inovador deste novo cabo de fibra óptica está a gerar vivo interesse no mercado de telecomunicações, sendo que está já marcada a sua apresentação na FTTH Conference 2013, a decorrer até dia 21 de Fevereiro, em Londres. Integrada no painel «Innovative Solutions for FTTH Installation and Roll-Out», agendado para quinta-feira da parte da manhã, a apresentação do novo produto da Nexans desenvolvido com o grupo dst será uma oportunidade única para a divulgação de uma tecnologia de ponta que promete transformar a acessibilidade e capacidade das redes de telecomunicações que servem as zonas rurais.

Concretamente, esta solução torna possível o estabelecimento de ligações a clientes em qualquer ponto do percurso do cabo, ao invés do que acontece com os cabos tradicionais que obrigam a fixar os pontos de ligação dos cabos de acesso aos edifícios dos clientes. Segundo a dstelecom, esta característica torna o cabo particularmente apelativo para utilização nas zonas de baixa densidade habitacional, onde os conceitos tradicionais de procura utilizados para desenhar a topologia da rede de acesso, como por exemplo a percentagem de penetração, não têm aplicabilidade e o que prima é a abordagem individualizada de cada cliente.
A FTTH Council, responsável pela organização de diversas conferências em torno das Redes de Nova Geração, propõe este ano a apresentação dos últimos avanços nesta área, designadamente no que concerne à aposta crescente da instalação destas redes em zonas rurais. Fundada em 2004, com o objectivo de acelerar a disponibilidade e acesso à banda larga a empresas e particulares, conta com mais de 150 membros, entre os quais alguns dos maiores players europeus do sector.

O grupo dst, através da dstelecom, está presente no mercado das telecomunicações, desde 2008, assumindo o desenvolvimento de um modelo de redes abertas a todos os operadores. Estas Redes de Nova Geração, em implementação nas zonas rurais do Norte, Alentejo e Algarve, representam um investimento de 100 milhões de euros na implementação de nove mil quilómetros de fibra óptica. O acesso a esta infra-estrutura está aberto a todos os operadores e prestadores de serviços de telecomunicações electrónicas, permitindo, desta forma, esbater as assimetrias que ainda se verificam entre Litoral e Interior, no que concerne à disponibilização da banda larga.

O projecto terá impacto directo em 79 municípios, correspondendo a 22,6% da superfície do país e 7,1% da população residente (cerca de 700 mil pessoas).









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO