terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Declarada "imprescindível utilidade pública" da construção de barragem no rio Vouga

A declaração de "imprescindível utilidade pública" da obra de implementação do aproveitamento hidroelétrico de Ribeiradio-Ermida, em construção no rio Vouga (entre Sever do Vouga e Oliveira de Frades), foi aprovada hoje pelo governo. Esta decisão terá como consequência o abate de 3200 sobreiros.

Dos 3200 sobreiros, mais de 800 são adultos, e mais de 2300 são jovens, distribuindo-se ao longo de 11 hectares. Esta é uma espécie com valor ecológico elevado, pelo que o despacho dos secretários de estado da energia e das florestas e desenvolvimento rural em resposta ao pedido da Greenvouga, a empresa concessionária do empreendimento, pode originar polémica ambiental.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO