segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Trabalhadores da José Coutinho têm salários em atraso

Os trabalhadores da Sociedade de Construções José Coutinho têm os salários em atraso desde Maio, assim como o subsidio de férias deste ano e parte do subsidio de Natal do Ano passado. Segundo o Gazeta das Caldas numa reunião com os trabalhadores José Coutinho garantiu-lhes que os seus direitos estavam assegurados, e que quem está mal nesta história é ele próprio e a sua família que tinham investido 412 mil euros há 20 anos na empresa e agora correm o risco de ficar sem nada.

A sede da José Coutinho continua de portas abertas e com aparente funcionamento normal. Apesar das suas obras em Portugal estarem paradas devido às dificuldades financeiras, a esperança da administração é a possível conquista de duas empreitadas no estrangeiro.

Tecnicamente não se pode dizer que a José Coutinho esteja em insolvência, mas sim em processo de revitalização, o que na realidade não é assim tão diferente, como a experiência tem demonstrado.

Entre outros, a José Coutinho tem as seguintes dívidas aos bancos: BCP (220 mil euros), Santander (59 mil euros), Banif (88 mil euros), BES (520 mil euros), CGD (326 mil euros).

Em Maio a José Coutinho abandonou uma obra em Beja e no fim de Julho pediu protecção contra credores.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO