domingo, 14 de outubro de 2012

Minigeração na Moda 21 gera 400.000 kWh e uma receita anual estimada de 100.000 Euros

A Sotecnisol Energia dimensionou e executou uma instalação fotovoltaica de Minigeração de Escalão III, potência máxima de ligação de 250 kWn, para a empresa Têxtil Moda 21 – Tinturaria e Acabamentos Têxteis, S.A., situada em Mire de Tibães, Braga. Esta instalação foi mais uma que resulta da parceria da Sotecnisol com a Yunit Renováveis, representando um investimento total por parte da Moda21 na ordem dos 530 mil euros. A potência de ligação dimensionada pela Sotecnisol Energia foi de 250 kWn, potência máxima permitida para este tipo de instalações, tendo sido utilizado um campo fotovoltaico de 345 kWp.

A instalação foi registada ainda em 2011, obtendo assim uma tarifa de venda de energia de 0,2499 €/kWh, o que se traduzirá em receitas anuais de venda de energia muito próximas dos 100.000 euros.

A instalação foi aprovada no dia 2 de Agosto de 2012 pela DREN, estando a ligação à rede prevista para o mês de Setembro.

SOLUÇÃO TÉCNICA UTILIZADA
Face aos elevados consumos energéticos da unidade industrial e disponibilidade de espaço nas coberturas, requisitos essenciais no dimensionamento de sistemas fotovoltaicos de Minigeração, a Sotecnisol Energia propôs uma instalação que atingisse a potência máxima autorizada de ligação, de 250 kWn.

Assim, foram utilizados 25 inversores de 10 kWn de potência unitária de forma a permitir uma forte descentralização na conversão DC/AC e assim optimizar os períodos de funcionamento do gerador fotovoltaico.
O gerador fotovoltaico foi sobredimensionado tendo em conta a geometria e orientação da cobertura da unidade fabril, optando-se por instalar 345 kWp de painéis, deitados, a acompanhar o declive da mesma. Foram utilizados 1500 painéis fotovoltaicos policristalinos, com garantias de produção de 80% a 25 anos.

A ligação do sistema à rede pública foi efectuada em Média Tensão, utilizando-se um Transformador de Potência a óleo, de 315 kVA, dimensionado para garantir o mínimo de perdas na transformação BT/MT, com o corte de protecção da instalação colocado na Média Tensão, actuado por relé de tensão homopolar.

RESULTADOS EXPECTÁVEIS
A produção de energia da Minigeração da Moda 21 está estimada em cerca de 410.000 kWh para o primeiro ano de funcionamento, com uma quebra anual de 0,8%, o que representará uma receita anual a rondar os 100.000 euros.
Face ao investimento realizado é esperado um pay-back a rondar os 5,5 anos, e uma TIR de projeto a 15 anos de cerca de 13%.
NÚMEROS
  • Produção de energia estimada no primeiro ano: 410.000 kWh;
  • Pay-back estimado em 5,5 anos;
  • TIR de projeto a 15 anos: cerca de 13%;
  • Tarifa de venda de energia: 0,2499 €/kWh;
  • Potência nominal de ligação: 250 kWn;
  • 25 inversores de 10 kWn;
  • Campo fotovoltaico de 345 kWp;
  • 1500 painéis fotovoltaicos com garantias de produção de 80% a 25 anos.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO