segunda-feira, 23 de abril de 2012

Emprego para engenheiros portugueses na Bélgica

Mais um país mostra receptividade para empregar engenheiros portugueses, desta feita é a Bélgica que surge como possível destino para engenheiros civis portugueses que procuram emprego no estrangeiro. Foi anunciado que existem 8.000 vagas para engenheiros, e saber falar inglês é suficiente para ter hipótese de ficar com uma vaga de emprego. No caso de o conseguirem, é aconselhado (será visto como uma mais valia) aprender a falar flamengo. No entanto muitas vezes nem é necessário, há empresas belgas onde até os relatórios são redigidos em inglês, pelo que não haverá grandes obstáculos à integração na empresa. No que diz respeito às condições, são sem dúvida atraentes:

  • Início de carreira com salários entre os 1.800 e os 2.000 euros líquidos;
  • Carro, telemóvel e computador;
  • Rápida progressão salarial.
A razão desta procura de engenheiros portugueses justifica-se com a dificuldade que a Bélgica está a ter em contratar técnicos para o sector das engenharias. Nesse sentido as empresas belgas viraram-se para sectores das engenharias em dificuldades noutros países, como Portugal, Espanha ou Grécia. Esta procura de engenheiros portugueses não é nova, recorde-se que já há umas semanas anunciamos a procura que existe de engenheiros civis portugueses para trabalhar na Alemanha.

Se pretendem concorrer a estas vagas de emprego para engenheiros portugueses na Bélgica, enviem o vosso CV em inglês ou francês para o email eures@vdab.be, ou então contactem directamente as dezenas de empresas que vêm a Portugal participar na Feira de Emprego para engenheiros que se realiza nos próximo dia 10 e 11 de Maio, nas instalações do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL).

Numa altura em que o mercado em Portugal apresenta menos soluções, o estrangeiro surge sempre como uma forte hipótese para quem procura progressão na carreira, e nesse âmbito os engenheiros portugueses nem se podem queixar pois existe receptividade em alguns países da Europa Central e da Europa de Leste, assim como África. No Brasil, apesar de tudo o que se diz, o certo é que ainda há relatos de algumas dificuldades para ultrapassar as burocracias em vigor, nomeadamente o reconhecimento do estatuto profissional dos engenheiros portugueses.

Se está interessado em emprego no estrangeiro, recomendamos a leitura de outros artigos:









1 Comentário:

Anónimo disse...

Boa tarde, cuidado com as empresas Belgas, principalmente quando a sede se encontra do lado Flamengo, pois por esperiencia propria vos digo que nao ficam a tras do Tugas. O Portugueses sao bembindos desde que sejam mais baratos, façam mais horas e aceitem a descriminaçao contratual (para o mesmo posto um Belga recebe mais e tem declaraçoes, direitos superiores), quem duvida ou é burro ou nao entende nada

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO