sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Mês da Arquitectura

No dia 3 de Outubro, primeira Segunda-Feira do mês, celebrou-se o Dia Mundial da Arquitectura.

A Ordem dos Arquitectos estendeu a celebração a todo o mês, por isso a escolha entre a série de exposições, conferências e workshops dedicados ao tema é vasta.
Os eventos estão concentrados nas cidades de Lisboa e Porto, mas penso que o mais interessante seria que servissem para abrir fronteiras. Não só entre cidades, mas entre os profissionais da área e o resto da população. Afinal de contas, a arquitectura é uma actividade que pretende servir as pessoas e estes eventos parecem tantas vezes voltar-lhes as costas, como se os arquitectos fossem uma espécie incomum, habitante de um cenário muito particular, sempre fechada em si mesma.

O conceito mais interessante do programa cultural para este mês da Arquitectura é precisamente o de ARQ OUT – uma cartografia de eventos culturais que toma a cidade do Porto como ponto de partida. Como o nome indica, trata-se de desenhar um mapa, não só da cidade, mas dos eventos que nela decorrem, numa tentativa de a abrir ao público em geral – o público que nela vive, que a transforma diariamente e que dela faz parte.

OUT porque esta série de eventos extravasa a data da celebração do Dia Mundial da Arquitectura, mas também porque alude à ideia de fazer saltar a produção cultural da arquitectura para fora do seu universo corporativo.
O Pelouro da Cultura da Secção Regional Norte da Ordem dos Arquitectos lançou o desafio a cidadãos, instituições e membros: deu-lhes a liberdade de apresentar projectos e eventos de cariz cultural capazes de se relacionarem com a arquitectura, com os arquitectos e com a cidade, reunindo-os depois num mapa simbólico de linhas estilizadas, onde se desenham acontecimentos para todos os gostos e idades. Entre eles cruzam-se vencedores do Pritzker e nomes ainda desconhecidos, colectivos institucionais e movimentos associativos; cruzam-se artes, palavras, música, viagens e linhas de metro. Até a Concreta – a maior Feira de Construção do Norte do país – que decorre, parece que propositadamente, em Outubro, está integrada no programa. A rede está lançada.

O ARQ OUT parece apenas um mapa de eventos culturais, mas pretende afirmar-se como uma plataforma colectiva de colaboração sustentada para a produção e divulgação de iniciativas em volta dos temas da cidade e da arquitectura. Começa este ano pelo Porto, mas pretende alargar-se a outras regiões. Assim espero.
Nas fotos: lugares na cidade do Porto onde decorrerão alguns dos eventos.
1. Avenida dos Aliados
2. A Vida Portuguesa
3. Plano B
4. Bairro da Bouça, Álvaro Siza

Consultem aqui o programa.

---
Artigo escrito por Ana Pina, nascida no Porto em 1980. Formada em arquitectura pela FAUP desde 2004, divide agora as suas paixões entre a ilustração e a joalharia contemporânea. Colabora com o Engenharia e Construção desde Setembro do presente ano.









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO