terça-feira, 17 de maio de 2011

Estádio Aviva

O estádio Aviva será o palco da final da Liga Europa que se joga na quarta-feira, dia 18, entre o F.C. Porto e o S.C. Braga. Neste post vamos dar a conhecer algumas informações sobre a construção do estádio. Após a demolição do Lansdowne Road em 2007, iniciou-se no mesmo local a construção do estádio que se viria a chamar Aviva devido a compromissos publicitários. Actualmente o estádio é a casa das selecções irlandesas de rugby e de futebol e tem capacidade para 50000 pessoas. A construção durou três anos, tendo começado em 2007 e ocorrendo a inauguração em 14 de Maio de 2010, ficando o seu custo total em 410 milhões de euros (191 milhões foram financiados pelo governo irlandês). O projecto de arquitectura esteve a cargo da HOK Sport e de Scott Tallon Walker, enquanto que o projecto de estruturas foi realizado pela Buro Happold. O empreiteiro da obra foi a Sisk.

O estádio tem 189,9 metros de comprimento e 203,9 metros de largura. A área de telhado são 19000 metros quadrados, sendo a cobertura em policarbonato. O formato às ondas da cobertura foi pensado de forma a não bloquear a passagem de luz para as residências próximas, proporcionando também uma boa iluminação dentro do estádio (a transmissão de luz está entre os 84% e os 87%).

As placas aplicadas na cobertura são do tipo Lexan, o material é termoformável (adaptado na geometria desejada), tem acabamento polido no exterior e incorpora uma camada de proteção ultravioleta. Uma das vantagens da utilização deste material em relação a uma cobertura de vidro é que o seu peso é cerca de metade, o que permitiu uma estrutura de suporte da cobertura mais aligeirada.

Mas as vantagens do policarbonato em relação a uma cobertura de vidro não se ficam por aí, há também a resistência ao impacto que é 250 vezes superior no caso do policarbonato e a resistência ao fogo que é igualmente superior no policarbonato. A cobertura começou a ser construída em Setembro de 2008, sendo apenas concluída em Outubro de 2010, já depois da inauguração.

No que diz respeito à estrutura, o estádio Aviva possui 5000 toneladas de aço, 8000 painéis de betão e 72000 toneladas de betão moldado no local. As fundações do estádio são indirectas, tendo sido executadas 1600 estacas.

Foram utilizados 220 mil blocos de betão, fazendo 30000 metros quadrados de parede. A cablagem eléctrica tem uma extensão total de 450 km enquanto que a tubagem interna e externa tem a extensão de 150 km.

A construção do estádio Aviva envolveu 6000 trabalhadores (nos mais diversos cargos), sendo 4 milhões o número de horas de trabalho totais que foram necessárias para realizar esta empreitada.

A sustentabilidade é um aspecto presente neste estádio uma vez que o mesmo faz o aproveitamento das águas pluviais, tem 400 mictórios sem água, permite a recuperação de calor, entre outros aspectos. Outro aspecto a destacar é o facto de se ter aproveitado materiais provenientes da demolição do Lansdowne Road na construção do novo estádio: 30% do aço proveio da reciclagem da estrutura anterior; 25 mil toneladas de betão e alvenarias foram aproveitadas para o enchimento de estruturas do novo estádio.

Como curiosidade final referimos que os bares do estádio conseguem servir 2000 litros de cerveja por minuto, tendo um sistema que permite tirar um copo de cerveja em apenas 4 segundos.

Deixamos de seguida algumas imagens da construção do estádio Aviva em Dublin:









Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO